sábado, 4 de fevereiro de 2012

Oriente Médio Tenso! Mas a guerra por enquanto é psicológica.



Irã lança um terceiro satélite e diz que responderá a todas as 


ameaças.


Os Estados Unidos e Israel deixaram pairar no ar uma 
eventual ação militar contra o país.

A Guerra por começar  diz  Regis Mesquita  que
 
antes começa 
na sua mente.

Este texto é um alerta para que os tambores da paz acabem com o rugido do leões da guerra.

Sim, uma guerra está em gestação. De um lado um país que tornou sua economia dependente da máquina da guerra (EUA), de outro lado o Irã com seu fanatismo religioso.

Postulantes a presidente dos EUA falam abertamente em atacar e guerrear contra o Irã. Falam isto com uma naturalidade que impressiona. Sabem que ser machão em uma sociedade que perdeu os valores e está perdendo o dinheiro é certeza de serem valorizados.

É comum um país ou uma pessoa em decadência se aferrar ao orgulho. É o caso dos EUA. Ainda mais quando do outro lado está um país que busca desesperadamente se armar, como é o caso do Irã.

Neste contexto é que entramos nós, cidadãos comuns.

Podemos orar, podemos meditar, podemos clamar por paz - isto, porém, é pouco.

Podemos fazer algo a mais: entender que a guerra psicológica já começou. A meta desta guerra é dominar sua mente. É a guerra cuja trincheira são os meios de comunicação.

O primeiro round desta guerra é a negativização constante da realidade. O negativismo cansa as pessoas, atordoa e as deixa sem iniciativa e com menos capacidade de raciocínio. A consequência é que elas começam a vibrar na mesma frequência da negativa que a Tv ou rádio propaga (por favor, preste atenção nesta frase).

Exemplo: começo de janeiro, estava em um hospital e tive o desprazer de assistir os jornais matinais da Tv Globo. Foi um giro pelo país em busca de desgraças. Mais de uma hora de notícias ruins pinçadas de uma realidade que foi muito feliz para dezenas de milhões de pessoas. Um acidente em São Paulo mereceu alguns minutos, uma árvore que caiu em Brasília, uma casa de desabou no interior de algum estado, outro acidente numa outra estrada e por aí vai.

Depois desta dose maciça de negatividade (já que milhares de outras notícias NÃO foram escolhidas para estarem presentes no telejornal) o padrão vibratório da sala de tv foi reduzido drasticamente. As mentes das pessoas que assistiam o telejornal foram impregnadas de negativismo,deformando a percepção da realidade.  

Em meio a tal situação aparecem as notícias escolhidas para "mostrarem" o que acontece no planeta. Naturalmente, eles também escolhem o que vão ESCONDER de você. Mais uma notícia sobre o Irã. Nada de falar da perseguição contra os cristãos, por algum motivo isto JAMAIS aparece nestes jornais. É sobre armas, mísseis. O Irã é apresentado como umdemônio que desafia o mundo.

O que torna o Irã um "demônio" é desenvolver armas que seus inimigos JÁ POSSUEM.

Depois da mente das pessoas serem preparadas com tanto negativismo, elas aceitam facilmente qualquer besteira que os comentaristas e jornalistas da Globo (ou outra emissora) disser.

Chama-se impregnação mental.

Você tem que lutar contra isto. O primeiro passo é não assistir ou assistir menos tv ou rádio. O excesso de informações inúteis é usado para te cansar e desestimular o raciocínio.

Segundo passo é procurar fontes de informações que sejam realmentediferentes. Por exemplo: procurar por informações de quem apóia o Irã ou que é pacifista, assim poderá ver os vários lados da realidade.

Terceiro: se conectar com o que é nobre. Valores e sentimentos nobres, quando colocados em prática, produzem a energização da mente e aumenta o nível vibracional. Desta forma você deixa de vibrar na mesma frequência, com isto sente menos identificado com o discurso negativo.

Quarto: tão importante quanto a higiene física é a higiene mental. Limpe sua mente; uma das mais importantes formas de higiene é NÃO JULGAR.Aprenda a NÃO ter opinião sobre tudo. Reconheça que na imensa maioria das vezes seu conhecimento das coisas será superficial. Treine sua mente para não decidir e nem se envolver com aquilo que você não conhece bem.

O NEGATIVISMO PRECISA DA SUPERFICIALIDADE PARA SE EXPANDIR.

Quando sentir a necessidade, aprofunde seus conhecimentos. Estude! Busque mais informações!

Quem tem que dominar sua mente é você.
Fonte:

Nenhum comentário: