quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Isso é o fim? Coincidências da profecia de Nostradamus? Do Blog issoeofim


Papa e a profecia de Nostradamus

Copiado de: http://issoeofim.blogspot.com.br/2013/02/papa-e-profecia-de-nostradamus.html

Sinais do fim do mundo?


Fim dos Tempos, Meteoro, Renúncia do Papa e Bolas de fogo vista nos céus



Nessa matéria venho alertar os amados irmãos sobre a volta de Jesus.
Alguns podem me dizer que já sabem, só que os sinais estão acontecendo e ainda tem crente dormindo.
Vemos que as guerras em países são constantes, e que uma nação quer dominar outra nação.

Vamos seguir exemplos bíblicos e vamos comparar nos dias atuais.

“Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino;” LC Cap 21 Vs 10 

Desafiando os avisos da ONU, a Coreia do Norte realizou hoje o seu terceiro teste nuclear, no que é visto como mais um passo para criar uma bomba suficientemente pequena para caber num míssil e poder atingir os Estados Unidos da América.

Responsáveis coreanos disseram que o teste foi apenas a "primeira resposta" ao que consideraram como ameaças norte-americanas e que iriam prosseguir com "segunda e terceira medidas, de maior intensidade", se Washington mantiver a sua atitude hostil.

O teste subterrâneo, que desencadeou fortes ondas sísmicas, foi imediatamente condenado pelas autoridades norte-americanas, ONU ou NATO. Mesmo a China, o maior aliado da Coreia, manifestou a sua oposição.

Brack Obama já veio dizer que estes testes "não tornam a Coreia do Norte mais segura", acrescentando que, pelo contrário, "a busca imprudente de armas de destruição em massa torna o país cada vez mais isolado e empobrece o seu povo".


...e haverá em vários lugares grandes terremotos, e pestes e fomes; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu. Lucas 21:-11 

Após queda de meteoro na Rússia, EUA tem bola de fogo no céu
Um dia após a queda de um meteoro que deixou mais de 1.000 pessoas feridas na Rússia, moradores dos EUA e Cuba afirmaram ter visto fenômeno semelhante. Os relatos dos americanos partiram da Califórnia.

Moradores da região dizem ter visto uma bola de fogo na noite de ontem.


A RENÚNCIA DO PAPA E O APOCALÍPCE FINAL

A renúncia inesperada do Papa Bento XVI na semana passada, surpreendeu o mundo cristão. Ele é o primeiro Papa a renunciar a liderança maior da Igreja Católica em mais de 600 anos. Não tem como negar que esta movimentação no Vaticano, nos mostra que haverá mudanças dentro e fora da igreja. Muitos teólogos até arriscam a dizer que o misticismo em torno do papel do Papa, sofrerá alterações. Até então se acreditava que o Papa fosse quase infalível, e uma decisão pessoal de renúncia papal, põe em cheque essa credibilidade. Mas o que eu quero dizer de fato aqui, é sobre a especulação criada a partir dessa renúncia sobre o próximo papa, o que irá substituir Bento XVI, por conta do que está escrito na Bíblia Sagrada em apocalipse 17:10,11, que diz:


“São também sete reis: cinco já caíram; um existe; e o outro ainda não é vindo; e quando vier, deve permanecer pouco tempo. A besta que era e já não é, é também o oitavo rei, e é dos sete, e vai-se para a perdição”.

Amados é tempo de ficar espertos, não é tempo de brincar de ser crente não.
Não temos que se corromper.

...prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus. Amós 4:12 
Comente a respeito da matéria,
 seu comentário é importante.

FONTE:
REPÓRTER PENTECOSTAL 
Joksã Natividade 
&
REPÓRTER PENTECOSTAL 
@Albert_Turubia 
Albert Turubia 
25/02/2013
Agora você poderá concorrer um CD todo mês pelo Portal Pentecostal.
Basta se cadastrar no link 'GANHE 1 CD' no menu do site.
Copiado de:http://www.portalpentecostal.com/2013/02/fim-dos-tempos-meteoro-renuncia-do-papa.html

CHEGOU O FIM DO MUNDO??? Perguntas respondidas? Yahoo Resposta Responde?








Perguntas respondidas

»

CHEGOU O FIM DOS TEMPOS???????????

Depois da renuncia do papa bento , comecei a ouvir comentarios sobre o fim dos tempos, depois cai um raio no vaticano, e logo um meteorito na rússia, e de acordo com a profecia de nostradamus, diz que o hit gangnam style anuncia o cavalo dançante do fim do mundo.
Ainda pós isso, há comentários de que a partir do dia 21/12/12 iria começar o fim, e nao exatamente no dia como estavamos achando. E falam que ultimo papa seria negro. mais pq seria negro?? pq ele seria do mal? pq ele seria o ultimo?
eu sei que nao tem nada a ver, mais eu ainda tenho muitas duvidas sobre este assunto, ainda mais porque eu ja pesquisei, mais não acho nada sobre isso que tenha um sentido.
sera q o mundo vai acabar mesmo,? ou melhor? esta acabando????
  • 1 semana atrás

Melhor resposta - Escolhida por votação

sim,chegou aproveita sua ultima apariçao no yahoo
  • 1 semana atrás
    O mundo esta acabando sim, mas nao atraves de profecias e muito menos dos boatos q evangelicos falam sobre a igreja catolica, mas sim através do homem que aos poucos está destruindo este planeta e ja estamos sentindo as consequencias como a mudança climática, o superaquecimento é um perigo real e descongelamento das geleiras está cada vez mais acelerado.
    • 1 semana atrás

    •  
      FONTE: 
     
    Copiado de: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20130218081044AAwiOzm
    COMENTÁRIO DO BLOG:
     PREPARE-SE POIS O FIM ESTÁ PROXIMO!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Profecias das "Santas"? Vinda do Anticristo? Crise da Igreja Católica?


Santa Hildegarda profetizou a vinda do Anticristo como resultado de uma revolta universal na Igreja e na sociedade

Santa Hildegarda profetizou muitas coisas: descreveu a situação do tempo dela e fez profecias até o Anticristo, e isto tudo documentado com milagres.
A Providência quis que ela profetizasse porque se os homens tivessem tomado a sério o anúncio da Revolução, esta podia não ter vindo.
O profeta adverte para evitar o castigo, para evitar o precipício. Ele é a voz da Providência afastando do desvio, e ao mesmo tempo anunciando o castigo se os desvios não forem evitados.
Então ela profetizou até o Anticristo. Aqui vem então a explicação do igualitarismo, que é uma das fontes da Revolução anticristã, junto com a sensualidade.
O orgulho naturalmente produz o igualitarismo.
E Santa Hildegarda fala de prelados. Mas prelado na linguagem da Idade Média, e que se conservou até certo ponto na linguagem eclesiástica, prelado não era só eclesiástico.
Etimologicamente, a palavra prelado quer dizer aqueles que estão na frente, que foram selecionados, os principais.
Os prelados espirituais são os principais dentre o clero, e os prelados temporais são os principais dentre a sociedade civil, portanto os nobres e alguns elementos da alta burguesia.
Então, Santa Hildegarda fala do espírito igualitário voltado contra todas as desigualdades eclesiásticas e civis.
Ela denuncia que haveria de vir a revolta protestante contra as desigualdades eclesiásticas e a Revolução Francesa contra as desigualdades civis.
“A santa anunciava uma época difícil, cujos primeiros sinais já se manifestavam”, escreve o Pe. Rohrbacher.
Evidentemente é toda uma Revolução que ela descreve com estas características: “os vales queixam-se das montanhas, as montanhas tombam sobre os vales”.
É, portanto, uma crise completa, porque se as montanhas e os vales estão em revolta e as montanhas ruem, é um abalo universal. Precisamente como há o abalo universal na Revolução.
Continua: “Porque os súditos não sentem mais o temor de Deus, estão como que impacientes para subir aos cumes das montanhas, para acusarem os prelados, ao invés de acusarem os próprios pecados”.
É a revolta dos que estão embaixo. Porque eles não têm mais temor de Deus, não gostam de estar embaixo e querem ser os maiores.
Esta é a razão profundamente religiosa e moral da Revolução. É uma diminuição do temor de Deus, que produz o espírito de revolta igualitária.
Depois continua: “Dizem: sou mais adequado do que eles para superior”. Não é bem Revolução Francesa? O sufrágio universal, o povo que diz: nós mandamos melhor do que os nobres. Vamos organizar eleições. Não são mais os nobres que governam, mas é todo o mundo, o Zé Padeiro, o Zé Carniceiro, tem sua opinião a fazer para as eleições.
Bem: “Denigram… – quer dizer, falam mal de tudo quanto os superiores fazem – “por inveja” e por igualitarismo: “por ódio à superioridade”. Quer dizer: ódio à desigualdade enquanto desigualdade. Não pode ser mais claro.
“Assemelham-se a um insensato que, invés de limpar suas roupas sujas, nada faz a não ser observar de que cor é a roupa do próximo”. Quer dizer, as pessoas do povo têm uma má vida, e em vez de se corrigir começam a apontar a má vida dos que estão em cima.
Depois continua: “As próprias montanhas” – isto é, os prelados, quer dizer, os nobres, os clérigos e os burgueses –, “em lugar de elevarem continuamente a comunicações íntimas com Deus, a fim de cada vez mais se transformarem na luz do mundo, descuidam-se e obscurecem-se”. É o entibiamento da nobreza e do clero.
A nobreza e o clero devem ter um espírito elevado. O próprio do nobre é ser uma tocha de sublimidade em todos os ambientes onde ele está. Elevar os costumes, elevar a arte, elevar o ambiente, com vistas a Deus, com uma finalidade fundamentalmente religiosa.
Mas Santa Hildegarda denuncia seu entibiamento de um modo bem expresso: “descuidam-se de se elevar, e se obscurecem”.
O mau católico descuida de elevar seu pensamento. Ele gosta de conversar banalidades, estrada, futebol, mas das coisas elevadas não gosta. Nessa recusa começa o obscurecimento na alma. A luz da graça vai se apagando. E isto Santa Hildegarda denuncia.
Bem, “daí a sombra e a perturbação que reina nas ordens superiores”; a inveja dos inferiores e a própria maldade dos inferiores resulta do relaxamento dos superiores. Isto é profundamente arquitetônico: se os pastores espirituais e temporais se descuidam, a grei cai.
“E porque vós, grande Pastor e Vigário de Cristo, deveis buscar luz para as montanhas e conter os vales”: quer dizer, é tarefa do papa chamar o clero, chamar a nobreza, reprimir, comunicar a luz e conter os vales. Em vez de fazer revolução social, em vez de estar falando de justiça social em termos imprudentes, conter a Revolução. Esta é que é a obra do Pastor.
E, então: “dai preceitos aos senhores e disciplinas aos súditos”.
O profeta Isaías diz: “O pai que poupa a vara a filho, odeia seu filho”. Conter é isto: é meter medo; depois vem o carinho, depois vem o apoio. Greves, revoltas, etc., primeiro fiquem quietos e acabem com a greve, e se ponham em paz. Depois eu vou atender, vou ver o que é que há. Mas nessa atmosfera, não! Assim não tem conversa.
“O Soberano Juiz recomenda-vos que condenais e repilais de junto de vós os tiranos importunos e ímpios, no temor de que, para vossa grande confusão, eles se imiscuam na vossa sociedade”.
Quer dizer, tiranos e ímpios devem ser expulsos de junto do Papa, “mas sede compassivo com as desgraças públicas e particulares, pois Deus não desdenha as chagas e as dores daqueles que O temem”. Quer dizer, o Papa que tenha zelo pela Igreja e pela sociedade civil, e não fique de braços cruzados.
Por que Deus quis que ela tivesse essas visões?
Porque o verdadeiro católico tem que ter conhecimento da História.
Ele deve saber que sua época é um elo entre o passado e o futuro, e interpretar os acontecimentos de sua época não como acontecendo só hoje, mas como nascidos de mil fatores do passado e gerando mil coisas no futuro.
É um processo, quer dizer, uma coisa que gera outra, que gera outra, que gera outra e outra. Então, para nós conhecermos este processo, veio esta revelação.
Fonte: http://aparicaodelasalette.blogspot.com.br

Santa Hildegarda de Bingen e La Salette: profecias que explicam o momento atual da Igreja

Print Friendly
Em discurso por ocasião da troca de votos natalícios com a Cúria Romana, em 20 de dezembro de 2010, S.S.Bento XVI leu para os cardeais e bispos, uma profecia de Santa Hildegarda de Bingen, Doutora da Igreja, como se aplicando à grave crise que hoje atinge à Igreja.
Essa crise tornou-se mais dramática após a renúncia do pontífice em 11 de fevereiro, festa de Nossa Senhora de Lourdes.
A similitude das palavras da santa abadessa medieval com os terríveis anúncios de Nossa Senhora em La Salette entra pelos olhos adentro.
Entretanto, a difusão do Segredo de La Salette ficou interditada, após fortes pressões dos “modernistas” (antecessores dos atuais “progressistas”) que preparavam uma revolução na Igreja.
Se La Salette tivesse sido ouvida quiçá esta crise poderia ter sido evitada.
O leitor poderá comparar e julgar por si próprio.
Eis, em primeiro lugar, a visão da “profetisa do Reno”, Santa Hildegarda de Bingen (1098 — 1179), lida pelo pontífice:
“No ano de 1170 depois do nascimento de Cristo, estive durante longo tempo doente na cama. Então, física e mentalmente acordada, vi uma mulher de uma beleza tal que a mente humana não é capaz de compreender.
“A sua figura erguia-se da terra até ao céu. O seu rosto brilhava com um esplendor sublime. O seu olhar estava voltado para o céu.
“Trajava um vestido luminoso e fulgurante de seda branca e uma manto guarnecido de pedras preciosas. Nos pés, calçava sapatos de ónix.
“Mas o seu rosto estava salpicado de pó, o seu vestido estava rasgado do lado direito. Também o manto perdera a sua beleza singular e os seus sapatos estavam sujos por cima.
“Com voz alta e pesarosa, a mulher gritou para o céu: ‘Escuta, ó céu: o meu rosto está manchado! Aflige-te, ó terra: o meu vestido está rasgado! Treme, ó abismo: os meus sapatos estão sujos!’
“E continuou: ‘Estava escondida no coração do Pai, até que o Filho do Homem, concebido e dado à luz na virgindade, derramou o seu sangue. Com este sangue por seu dote, tomou-me como sua esposa.
“Os estigmas do meu esposo mantêm-se em chaga fresca e aberta, enquanto se abrirem as feridas dos pecados dos homens.
“Este facto de permanecerem abertas as feridas de Cristo é precisamente por culpa dos sacerdotes.
“Estes rasgam o meu vestido, porque são transgressores da Lei, do Evangelho e do seu dever sacerdotal.
“Tiram o esplendor ao meu manto, porque descuidam totalmente os preceitos que lhes são impostos.
“Sujam os meus sapatos, porque não caminham por estradas direitas, isto é, pelas estradas duras e severas da justiça, nem dão bom exemplo aos seus súbditos.
“Em alguns deles, porém, encontro o esplendor da verdade”.
“E ouvi uma voz do céu que dizia:
‘Esta imagem representa a Igreja. Por isso, ó ser humano que vês tudo isto e ouves as palavras de lamentação, anuncia-o aos sacerdotes que estão destinados à guia e à instrução do povo de Deus, tendo-lhes sido dito, como aos apóstolos: ‘Ide por todo o mundo e proclamai o Evangelho a toda a criatura’ (Mc 16, 15)’”.
(Fonte: Carta a Werner von Kirchheim e à sua comunidade sacerdotal: PL 197, 269ss, apud Discurso do Papa Bento XVI por ocasião da troca de votos natalícios com a Cúria Romana, segunda-feira, 20 de dezembro de 2010).
Reproduzimos, em segundo lugar, as palavras do Segredo de La Salette, no mesmo sentido:
“Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paira sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua infidelidade e má vida crucificam de novo meu Filho!”
“Os pecados das pessoas consagradas a Deus bradam ao Céu e clamam por vingança. E eis que a vingança está às suas portas, pois não se encontra mais uma pessoa a implorar misericórdia e perdão para o povo”.
“Deus vai golpear de modo inaudito. Ai dos habitantes da Terra. Deus vai esgotar sua cólera, e ninguém poderá fugir a tantos males acumulados”.
“Os chefes, os condutores do povo de Deus negligenciaram a oração e a penitência. E o demônio obscureceu suas inteligências. Transformaram-se nessas estrelas errantes, que o velho diabo arrastará com sua cauda para fazê-las perecer”.
“Deus permitirá à velha serpente introduzir divisões entre os que reinam, em todas as sociedades e em todas as famílias. Sofrer-se-ão tormentos físicos e morais”.
“A sociedade está na iminência dos flagelos mais terríveis e dos maiores acontecimentos. Deve-se esperar ser governado por uma chibata de ferro e beber o cálice da cólera de Deus”.
“A Itália será punida, pela ambição de querer sacudir o jugo do Senhor dos Senhores. Será também entregue à guerra, o sangue correrá por todo lado. As igrejas serão fechadas ou profanadas. Os sacerdotes e os religiosos serão expulsos. Serão entregues à morte, e morte cruel. Vários abandonarão a fé, e o número dos sacerdotes e religiosos que se afastarão da verdadeira Religião será grande. Entre essas pessoas encontrar-se-ão até bispos”.
“Que o Papa esteja em alerta contra os fautores de milagres. Pois chegou o tempo em que os prodígios mais inesperados terão lugar sobre a Terra e nos ares.
“Lúcifer e um grande número de demônios serão soltos do inferno. Eles abolirão a fé pouco a pouco, até nas pessoas consagradas a Deus. Eles as cegarão de tal maneira que, salvo uma graça particular, adquirirão o espírito desses maus anjos. Várias casas religiosas perderão inteiramente a fé e perderão muitas almas”.
Fonte: http://aparicaodelasalette.blogspot.com.br

DEUS NOS GUARDE!

Copiado de: Repórter de Cristo 

O último Papa e o estudo do Apocalipse 17






O Último Papa - Estudo do Apocalipse 17

FIM DOS TEMPOS OU "APOCALIPSE ZUMBI"?


FIM DOS TEMPOS: PAI COME O PRÓPRIO FILHO RECÉM NASCIDO NO MARANHÃO

Pai canibal comeu o próprio filho no Maranhão

Um fato que chamou muita a atenção do mundo e deixou toda uma cidade aflita com tamanha barbaridade, um pai comeu o próprio filho recém nascido.

O fato aconteceu no município de Tabubil, Província do Oeste, de Nova Guiné no Maranhão. O bebê que tinha apenas uma semana de nascido foi morto com requintes de crueldade pelo pai, que acabou comendo a criança ainda viva na frente de dezenas de pessoas.

Após ser preso o pai do recém-nascido alegou que estava em estado de choque.

Copiado de:http://blogdojcampos.blogspot.com.br/2013/02/fim-dos-tempos-pai-come-o-proprio-filho.html

"Estamos, portanto, na madrugada do terceiro dia..."?


O FIM DO MUNDO!

Por: Haroldo Maranhão
Do Blog : Apocalipse em 2010

Sim amigos deste Blog, esta é uma expectativa antiga.
Bem antiga.
O fim do mundo!
Hoje em dia, muitos que não querem nem pensar na hipótese de o mundo como conhecemos ter um fim, usam exatamente a constatação de que ao longo do tempo vários disseram que o fim tinha chegado, e... erraram!
Seitas já se fecharam em propriedades aguardando o fim...
Outros foram levados a venderem tudo o que tinham, e aguardar o fim...
Um grupo nos Estados Unidos chegou a vestir roupas brancas e subir para as montanhas para a guardar o fim, um bom tempo atrás.
Mas para os que usam estes argumentos para evitar pensar em um tema tão desconfortável, digo que eles próprios estão contribuindo para o cumprimento da palavra de Deus dada quase dois mil anos atrás sobre o fim!
Veja o texto de II Pedro 3:1-7
"Amados, já é esta a segunda carta que vos escrevo; em ambas as quais desperto com admoestações o vosso ânimo sincero; para que vos lembreis das palavras que dantes foram ditas pelos santos profetas, e do mandamento do Senhor e Salvador, dado mediante os vossos apóstolos; sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Pois eles de propósito ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste; pelas quais coisas pereceu o mundo de então, afogado em água; mas os céus e a terra de agora, pela mesma palavra, têm sido guardados para o fogo, sendo reservados para o dia do juízo e da perdição dos homens ímpios".
 
Veja que o aumento deste tipo de questionamentos é justamente é mais um ingrediente dos últimos dias.
O que não nos autoriza, claro, a marcar datas.
Não há respaldo bíblico para que se marquem datas.
Mas há respaldo bíblico para que saibamos que, sim, haverá um fim do mundo como conhecemos.
Que será precedido de determinados sinais, para que SAIBAMOS que o dia está próximo...
Quando tudo o que conhecemos do céu e da terra passará...
Mas a palavra do Senhor não passará.
Jesus pessoalmente disse isso!
Leia o registro de Marcos 13:29 a 33:
Assim também vós, quando virdes sucederem essas coisas, sabei que ele está próximo, mesmo às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração, até que todas essas coisas aconteçam. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. Quanto, porém, ao dia e à hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu nem o Filho, senão o Pai. Olhai! vigiai! porque não sabeis quando chegará o tempo.

Ele mesmo o disse!
Não há como saber quando chegará o tempo...
Mas disse que quando começarmos a VER determinadas coisas, poderíamos SABER!
Porque há respaldo bíblico para que possamos perceber que a incidência de sinais dados por Deus em diversos textos das Escrituras nos levem a compreender que este Dia está próximo.
Principalmente se prosseguirmos na leitura do texto de Pedro, que, claramente, fala acerca dos últimos dias, que é meu conteúdo de hoje...
Os próximos versículos 8 a 14 dizem:
"Mas vós, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se. Virá, pois, como ladrão o dia do Senhor, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se dissolverão, e a terra, e as obras que nela há, serão descobertas. Ora, uma vez que todas estas coisas hão de ser assim dissolvidas, que pessoas não deveis ser em santidade e piedade, aguardando, e desejando ardentemente a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se dissolverão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Nós, porém, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e uma nova terra, nos quais habita a justiça. Pelo que, amados, como estais aguardando estas coisas, procurai diligentemente que por ele sejais achados imaculados e irrepreensível em paz".

Acho interessante a frase de Pedro que para o Senhor, um dia é como mil anos e mil anos como um dia. Certamente Pedro entre outras fontes, conhecia o texto de Salmo 90:3 a 12. Lá encontramos Davi o rei e poeta, atuando como um profeta, como em outros textos encontramos.
Veja que o contexto é a Ira de Deus, e o fim da humanidade por paráfrase.
Creio que este era o texto a que Pedro se referia:
 
Tu reduzes o homem ao pó, e dizes: Voltai, filhos dos homens! Porque mil anos aos teus olhos são como o dia de ontem que passou, e como uma vigília da noite. Tu os levas como por uma torrente; são como um sono; de manhã são como a erva que cresce; de manhã cresce e floresce; à tarde corta-se e seca. Pois somos consumidos pela tua ira, e pelo teu furor somos conturbados. Diante de ti puseste as nossas iniqüidades, à luz do teu rosto os nossos pecados ocultos. Pois todos os nossos dias vão passando na tua indignação; acabam-se os nossos anos como um suspiro. A duração da nossa vida é de setenta anos; e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, a medida deles é canseira e enfado; pois passa rapidamente, e nós voamos. Quem conhece o poder da tua ira? e a tua cólera, segundo o temor que te é devido? Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.

Sim, creio que aqui temos uma pista.
Pista esta que deve ser considerada unicamente à luz da Bíblia.
Em assim sendo, a própria Bíblia nos diz em Gênesis no capítulo um, que Deus criou o mundo em seis dias, e no sétimo descansou.
Ou seja, temos seis dias de trabalho do Senhor, e um dia em que Ele descansou.
O Seu sábado.
Muitos erradamente creem que o Senhor descansa hoje...
Mas veja a declaração de Jesus em João:
Por isso os judeus perseguiram a Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.

Assim, meu ponto aqui não é discutir sobre o sábado embora respeite aqueles que o guardam.
Não é meu tema aqui... mas, sim, o fato de que tanto Deus quanto Jesus ainda trabalham!
Sim, o mundo e o que conhecemos da criação foi feito em seis dias.
Se você e eu fizermos um trabalho detalhado de pesquisa de cronologia bíblica, veremos que estamos hoje a aproximadamente seis mil anos da criação de Adão e Eva.
Segundo a Bíblia...
Mais ou menos dois mil anos do Éden até Abraão, mais ou menos dois mil anos de Abraão até Jesus, e, sim, 2013 anos desde Jesus até hoje.
Sim, eu sei que alguns calendários apontam para o fato que Jesus nasceu três anos antes ou depois dEle mesmo...
Sim, eu sei que temos erros, quebras, Gregório, e tudo o mais...
Sim, eu sei que temos alguns anos que se perderam, e por isso mesmo não posso ser leviano e apontar para uma data exata, como disse que não faria...
Mas, voltando...
Se um dia para o Senhor são como mil anos, e mil anos como um dia...
Se Deus criou o mundo em seis dias, e estamos no sexto milênio da Sua criação, precisaríamos encontrar outro paralelo...
E sim, encontro pelo menos mais dois.
O primeiro, o fato de que o Reino Milenar de Jesus se iniciará logo após a grande tribulação.
Sim, óbvio, como diz o próprio nome que aponta para a sua duração, terá mil anos!
Ou seja, o sétimo dia da Criação estará representado por um sétimo milênio em que Jesus vai reinar pessoalmente sobre a terra...
Com todos os que ingressaram no Seu Reino ao longo da história pela Sua obra de salvação.
Os mortos ressuscitarão, os vivos que forem arrebatados, virão reinar com Ele por mil anos, quando Satanás será preso pelo mesmo período, e os homens que não receberam a marca da besta e sobreviveram à Grande Tribulação, embora não sejam salvos, estarão aqui para testemunhar este fato tremendo!
E repovoarão a terra!
Leia o texto de Apocalipse 20:1 a 10:
 
"E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. Lançou-o no abismo, o qual fechou e selou sobre ele, para que não enganasse mais as nações até que os mil anos se completassem. Depois disto é necessário que ele seja solto por um pouco de tempo. Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se completassem. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante os mil anos. Ora, quando se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão nos quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, a fim de ajuntá-las para a batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade querida; mas desceu fogo do céu, e os devorou; e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos".

Interessante novamente a paridade um para mil, não?
Há ainda outra base para que eu pense nesta equiparação um dia para mil anos?
Sim!
A que trata do TERCEIRO DIA.
O primeiro lugar em que podemos pensar sobre o terceiro dia aconteceu com aRainha Ester.
Ela foi achada em seus trajes reais, no terceiro dia, defronte à casa do rei, aguardando que pudesse achar favor do rei, para estar em sua presença. Isso está registrado no livro de Ester 5:1 e 2.
Que figura linda, para pensarmos na figura da Noiva aguardando a autorização para estar diante do Rei!
"Ao terceiro dia, Ester se aprontou com seus trajes reais e se pôs no pátio interior da casa do rei, defronte da residência do rei; o rei estava assentado
no seu trono real fronteiro à porta da residência. Quando o rei viu a rainha Ester parada no pátio, alcançou ela favor perante ele; estendeu o rei para Ester o cetro de ouro que tinha na mão; Ester se chegou e tocou a ponta do cetro".

Moisés também nos apresenta uma visão aterradora da manifestação da presença tremenda do Senhor... sua admoestação para que estivessem prontos, em santidade, exatamente ao terceiro dia!
Veja o detalhe das nuvens e trevas, ao clangor de trombeta!
O texto está em Êxodo 19:15 a 20...
Que figura profética espetacular...

E disse ao povo: Estai prontos ao terceiro dia; e não vos chegueis a mulher. Ao amanhecer do terceiro dia, houve trovões, e relâmpagos, e uma espessa nuvem sobre o monte, e mui forte clangor de trombeta, de maneira que todo o povo que estava no arraial se estremeceu. E Moisés levou o povo fora do arraial ao encontro de Deus; e puseram-se ao pé do monte. Todo o monte Sinai fumegava, porque o SENHOR descera sobre ele em fogo; a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente. E o clangor da trombeta ia aumentando cada vez mais; Moisés falava, e Deus lhe respondia no trovão. Descendo o SENHOR para o cimo do monte Sinai, chamou o SENHOR a Moisés para o cimo do monte. Moisés subiu.

A conclusão do texto de que Moisés subiu, é linda e tremenda, não acha?
Subir é exatamente o que estamos aguardando para nossos dias...
A questão é que a maioria do povo fica em baixo... por medo da espantosa presença do Senhor.
O profeta Oséias parece falar da realidade do povo de Deus ao longo dos tempos, e o faz exatamente falando acerca da Sua vinda, que é certa!
Veja Oséias 6:1 a 3...
Vinde, e tornemos para o SENHOR, porque ele nos despedaçou e nos sarará; fez a ferida e a ligará. Depois de dois dias, nos revigorará; ao terceiro dia,nos levantará, e viveremos diante dele. Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.

Afinal, do que será que Oséias está falando mesmo?
Percebe o paralelo do texto com o arrebatamento dos Seus, na Sua vinda que é certa?
Além disso, o próprio Jesus declara que terminará sua obra ao terceiro dia.
Claro que ele também estava falando sobre Sua morte e ressurreição...
Mas veja o texto de Lucas 13:31 a 34 comigo... 
Naquela mesma hora, alguns fariseus vieram para dizer-lhe: Retira-te e vai-te daqui, porque Herodes quer matar-te. Ele, porém, lhes respondeu: Ide dizer a essa raposa que, hoje e amanhã, expulso demônios e curo enfermos e, no terceiro dia, terminarei. Importa, contudo, caminhar hoje, amanhã e depois, porque não se espera que um profeta morra fora de Jerusalém. Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir teus filhos como a galinha ajunta os do seu próprio ninho debaixo das asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta. E em verdade vos digo que não mais me vereis até que venhais a dizer: Bendito o que vem em nome do Senhor!

Para o Senhor, um dia é como mil anos e mil anos como um dia.
Jesus ressuscitou na madrugada do terceiro dia...
Claro está que Jesus estava falando sobre Sua obra redentora, na cruz, e Sua ressurreição ao terceiro dia...
É interessante que Ele esta importante declaração de que no terceiro dia irá terminar a Sua obra!
Embora, na cruz, no primeiro dia,  em tese, Ele tenha declarado: "Está consumado"!
Mas sim, é óbvio que Ele venceu a morte, principados e potestades e os despojou, tomou as chaves da morte e do inferno, levou cativo o cativeiro, subiu aos céus e deu dons aos homens...
Sim, tudo isso Jesus cumpriu...
Na Sua ressurreição..
Ao terceiro dia...
Mas ainda vejo em Sua declaração profética o quanto ele desejaria reunir os seus filhos consigo...
Bem, há muitos textos proféticos de duplo cumprimento na Bíblia.
Os que estudam há mais tempo, sabem do que estou falando.
Uma parte do texto profético se cumpre quase que imediatamente, mas a outra parte com uma diferença de centenas ou mesmo milhares de anos.
Muitas sobre Israel e sobre o Messias, e sobre o Reino de Jesus tem esta característica.
Um exemplo clássico para fechar este texto, me parece ser a profecia registrada em de Joel 2, que se cumpriu parcialmente em Atos 2, e terá seu cumprimento final em Apocalipse 6.
Pelo menos a meu ver...
Não ouso dizer: "É assim...", mas, sinceramente, me parece ser...
Veja comigo:
Primeiro, Joel 2:28 a 32.
 
"Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões; e também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue, e fogo, e colunas de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor. E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; pois no monte Sião e em Jerusalém estarão os que escaparem, como disse o Senhor, e entre os sobreviventes aqueles que o Senhor chamar".
 
Como você pode ver, foi cumprido parcialmente, a meu ver, conforme explicação do próprio Pedro, conforme registro em Atos 2:14 a 21.

 
"Então, Pedro, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras. Pois estes homens não estão embriagados como pensais, visto que é apenas a terceira hora do dia. Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel: E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos mancebos terão visões, os vossos anciãos terão sonhos; e sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e eles profetizarão. E mostrarei prodígios em cima no céu, e sinais embaixo na terra, sangue, fogo e vapor de fumaça. O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo".
 
Sim, a palavra de Joel foi cumprida em Atos.
Parcialmente...
Segundo o meu entendimento...
Sim, o Espírito foi derramado, como suprimento para os "últimos dias" (a meu ver , como estou propondo aqui, dois.
Assim, a partir de Pentecostes, e até hoje, e, ainda até o fim da era da Igreja, que, creio, se concluirá com o arrebatamento da Noiva.
Mas para provar meu ponto, não foi cumprido na íntegra, embora Pedro até mesmo cresse que tudo fosse se cumprir em seus dias...
O sol não se converteu em trevas, nem a lua em sangue, embora diversos eclipses importantes tenham acontecido, e alguns irmãos sinceros creiam que tudo isso já se cumpriu.
Eu porém, creio que não, por que AINDA não veio o "Grande e Glorioso Dia do Senhor".
Creio que este cumprimento se dará em Apocalipse 6:12 a 17:
 
E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua toda tornou-se como sangue; e as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos e os poderosos, e todo escravo e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da ira deles; e quem poderá subsistir?

Bem, a meu ver, este exemplo do texto de Joel sendo cumprido em Atos e Apocalipse com dois mil anos de diferença entre um fato e outro, me deixa confortável em entender a profecia desta maneira.
Mas voltando ao meu ponto para concluir o Post...
O tema que propus...
Jesus morreu e ressuscitou no início desta era.
Seguindo o meu raciocínio...
O primeiro dia, já se cumpriu.
Durou até o ano mil.
O segundo dia, já se cumpriu.
Durou até o ano dois mil.
Estamos, portanto, na madrugada do terceiro dia...
Embora a Bíblia não diga exatamente em que hora da madrugada Jesus ressuscitou, sabemos que foi na madrugada.
Mais uma vez sabemos um período, mas não a hora exata.
Já pensou nisso?
Não é tremendo?
Bem, mais uma vez deixo claro, não estou marcando datas.
Estou apenas apontando para um período que nós, que amamos a vinda do Senhor deveríamos estar mais atentos, vigiando e orando, como Ele mesmo tantas vezes nos admoestou a fazer...
E claro, vendo os sinais...
Mas, como digo, ninguém pode dizer sobre estes dias:
"É assim"!
Como também não podem dizer:
"Não é assim"!
Creio que "Em parte conhecemos, em parte profetizamos"...
Mas, de minha parte, e sei, da parte de muitos amigos aqui do Blog, dizemos:
Maranata!
Vem Senhor Jesus!
Isso por que, aparentemente, nada mais falta.
Estamos no início do terceiro dia...
E este simbolismo é apenas mais um dos sinais...
Ou você acha que está tudo normal?

Veja os sinais!

SHALOM! 

Haroldo Maranhão