quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Fim do mundo: e se os pólos magnéticos da Terra se invertessem, seria o apocalipse?

 
(Foto: AP Images/Kyodo News)
Casas encobertas pelas ondas do tsunami em Sendai, Prefeitura de Miyagi depois que o Japão foi atingido por um grande terremoto fora de ao largo da costa nordeste.
“Quando o norte virar o sul, os continentes vão se mover, gerando terremotos massivos, mudanças climáticas e a extinção das espécies,” afirma Bernardo Staut, autor da matéria.
Segundo Staut, a última vez que isso aconteceu faz cerca de 780 mil anos, na Idade da Pedra. Se isso acontecer é provável que os continentes vão se partir e outros efeitos ocorrerão pelo enfraquecimento do campo magnético.


O que acontecerá se os pólos magnéticos da terra se invertessem? Será o apocalipse? Segundo um artigo revista Hypescience, caso isso aconteça será o fim do mundo.



“A mudança mais dramática que pode ocorrer, com a reversão dos pólos, é uma grande diminuição na intensidade do campo magnético”, disse Jean-Pierre Valet, do Instituto de Física Terrestre de Paris.
Segundo cientistas a fase de enfraquecimento poderia afetar a vida na terra. Eles explicam que um campo magnético forte ajuda a proteger a Terra da radiação solar e com o enfraquecimento, buracos na camada de ozônio poderiam se formar.
A teoria não é aceita por todos os cientistas e muitos não acreditam que a reversão dos pólos pode levar a uma extinção de espécies. A cientista Monika Korte afirma que ainda que o campo magnético se enfraqueça isso não será suficiente para afetar a proteção da radiação pela atmosfera.
 
Como será o fim do mundo de acordo com os religiosos?
Segundo estudiosos cristãos, o fim do mundo pode ocorrer logo e há diversas profecias sobre isso.
Espertos em profecia apocalíptica do ministério Chamada, Norbert Lieth e Reinhold e Traudi Federolf, explicam que o processo será de acordo com as profecias bíblicas e citam passagens como Tessalonicenses 4.16-17 para explicar o início do processo com o fenômeno do arrebatamento.
"Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor (Tessalonicenses 4.16-17 )'', citam eles.
Segundo os estudiosos, há um negligenciamento por parte das igrejas cristãs diante da proximidade dos fim dos tempos. Eles relembram que Jesus alertou aos seus discípulos para que tivessem cuidado para não serem enganados ou seduzidos.
“Pelo que Ele disse, vemos que o engano iria se multiplicar, justamente nesta época em que estamos vivendo. Portanto, se uma igreja quer esperar adequadamente pela volta de Cristo, deve estar atenta e ter muito cuidado com toda sorte de sedução e engano religioso,” afirmou Reinhold Federolf ao The Christian Post.
“Precisamos nos perguntar de onde vêm todos aqueles que, segundo a Bíblia, um dia dirão ""Senhor, Senhor'' alegando ter profetizado em Nome de Jesus, expelido demônios e feito muitos milagres, sempre em Nome de Jesus, e que serão rejeitados por Ele. ""Nunca vos conheci!'' é uma sentença muito forte, mas é o que nosso Salvador diz.”
Federolf dá o seu recado à igreja dizendo que “muitas luzinhas de alerta estão piscando, avisando a igreja para estar preparada e não ser surpreendida.” Ele urge que os crentes também estejam mais focados nas coisas de Deus, “deixando de lado tanto materialismo e consumismo, já que Jesus pode vir a qualquer momento para nos buscar.”
Apesar das especulações sobre o fim do mundo e suas causas como a inversão dos campos magnéticos, não há provas declaradas de que isso ou qualquer outro processo afetará a vida na terra.

Extraído de: http://portugues.christianpost.com/news/fim-do-mundo-e-se-os-polos-magneticos-da-terra-se-inverterem-sera-o-apocalipse-10243/
 

Nenhum comentário: