sexta-feira, 11 de julho de 2014

O Deus que ama é o mesmo que executa o juízo

estudo

Posted by: gamaliel

O Deus vivo e justo julga com retidão. Nada passa despercebido diante dos Seus olhos. “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará”.(Gl 6:7) Este é o Deus da Bíblia, o Único, Soberano e Senhor.

Estamos vivendo dias difíceis em tempos trabalhosos, onde os homens, amantes de si mesmo, querem dizer até como Deus deve agir. Muitos usam muito essa expressão: “Deus é amor, Deus é bom, Deus é pai”. Sim, isso é verdade! Deus é isso e muito mais! Ele é amor mais é juízo, é vingativo, é justiça. Muitos brincam de ser crente, e pisam no sangue de Cristo, com atitudes carnais e demoníacas. Acham que não vão pagar pelo mau testemunho que estão dando. Pregam somente que Deus é amor, e que te fará prosperar. Pregam somente restituição, campanhas e correntes loucas, fazendo com que os cegos espirituais busquem somente bens dessa terra. Mas por todas essas coisas Deus te trará a juízo. Ele julgará! E ninguém julga como o Senhor! Pagarão muito caro, quando a sua sentença for decretada.
 
Muitos só estão pregando as bênçãos, esquecendo-se que em Deuteronômio 28 está escrito sobre as bênçãos, e também sobre as maldições. Aqueles que não guardam a Palavra do Senhor estão amontoando para suas vidas maldições tais, e não estão percebendo. Talvez, quando perceberem poderá ser tarde demais. Muitos querem usar Deus como seu servo, pois ditam regras e querem que Deus lhes obedeça. Batem com o pé e dizem: “Ele é meu pai tem que me dá”. Pobres coitados! Ainda não conhecem o Deus da Bíblia. A Bíblia, a infalívelPalavra de Deus, nos mostra um Deus de amor, que trabalha por aqueles que Nele esperam, e guardam a Sua Palavra. Mas também nos mostra um Deus vingativo, que se vinga daqueles que O abandona, e que não quer compromisso com Sua Palavra.
Vejamos um fato muito interessante que ocorreu na vida de Moisés. Esse episódio te fará entender que o mesmo Deus que ama, também corrige, repreende e castiga a todos quantos ama, pois é soberano e tudo está sobre o Seu domínio.
 
Em Êxodo 4:24 está escrito: “Estando Moisés no caminho, numa estalagem, o Senhor o encontrou e o quis matar”. Mas como pode o Deus de amor, querendo matar alguém?
 
Em Êxodo 3:7-9 Deus se apresenta para Moisés como o Deus de amor, que estava preocupado com o seu povo, pois o clamor do povo havia chegado até a Sua Presença. No versículo 12, Ele diz para Moisés que seria com ele, e se apresenta como o Eu Sou. Deus se revela para Moisés como o Deus Todo-poderoso, Deus pessoal. Para os filhos de Israel, Ele manda Moisés apresentá-Lo como o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Pois o povo de Israelconhecia bem as maravilhosas bênçãos que Deus deu aos seus servos, Abraão, Isaque e Jacó. Deus queria que o povo entendesse que como foi com os patriarcas seria com eles. Queria mostrar-lhes que Ele não havia mudado e que apesar deles estarem naquela escravidão Deus os amava, e iria libertá-los.
 
No capítulo 4:1-8, Deus dá poderes extraordinários a Moisés. A vara se torna em serpente, Moisés a pega pela cauda e ela volta a ser vara. Deus queria mostrar-lhe que entregaria os egípcios em suas mãos. Depois fez com que a mão de Moisés ficasse leprosa, e logo em seguida o curou. Mostrando com isso que o mesmo Deus que fere é o Deus que cura, e o mesmo Deus que permitiu a escravidão, efetuaria a libertação. Enfim, nesse episódio vemos claramente as manifestações de amor e misericórdia para com  Moisés e com o povo. Mas então porque Deus quis matá-lo? Como pode Deus querer matá-lo logo após ter se revelado a ele, e o ter  incentivado a fazer a Sua obra?
 
Deus quis matar Moisés, porque Ele não aceita ser contrariado. Ele não aceita que o homem passe por cima dos Seus propósitos, dos Seus desígnios, da Sua lei, da Sua Palavra. Observe que o fato ocorreu logo após Deus ter se revelado a Moisés como o Deus pessoal. Após Deus ter lhe dado autoridade, ânimo, ousadia, pois “há quem muito é dado muito será cobrado”. Deus havia dado muito a Moisés, e ele estava desobedecendo a uma lei, uma ordenança do Senhor. Deus ordenou que todos os primogênitos machos fossem circuncidados(Gn 17:11,12).
Moisés, no entanto, ainda não havia circuncidado seu próprio filho. Observe que a Bíblia não relata Deus falando com Moisés mandando-o circuncidar o seu filho. Pois isso era uma coisa que Moisés já sabia, pois o Deus justo não pune inocentes. Então Deus veio com juízo, com vingança, com ira sobre ele, pois ele estava negligenciando e fazendo pouco caso de uma ordem do Senhor. Portanto, tome cuidado! Se Deus tem de dado muito e você tem negligenciado, muito também Ele cobrará de você.
 
Quantos hoje estão nessa situação! Em desobediência a Palavra de Deus, e ainda dizem: “Senhor, vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno”.  Através de Sua Palavra, Deus já mostrou claramente que os tais estão em desobediência. Ainda assim, esperam uma palavra direta de Deus, esquecendo-se que a Palavra de Deus – a Bíblia, condena os seus atos e atitudes. Quando vier a cobrança e Deus os encontrar e quiser matá-los, então perceberão que com Deus não se brinca.  
Por misericórdia Deus poupou a vida de Moisés. Quem sabe ainda te resta tempo, e Deus poupará também a tua vida?
Não sabemos ao certo como Deus quis matá-lo. Se o feriu com uma enfermidade, ou se ordenou a um anjo que lhe aparecesse com a espada tentando matá-lo, como foi o caso de Balaão. Só sabemos que Deus, literalmente, quis matá-lo. Então, sua esposa Zípora, tomou uma pedra e circuncidou o seu filho. Esse acontecimento nos dá a entender que Moisés estava debilitado e não pôde executar a circuncisão; Sendo executada por sua esposa, pois se ele estivesse em perfeita saúde, ele próprio teria realizado a circuncisão no seu filho. Deus aceitou esse ato de Zípora e não matou Moisés.
Talvez exista alguém orando, intercedendo por você a Deus, e por misericórdia Deus ainda está te dando mais um tempo, para que você ponha em prática aquilo que Ele já tem te revelado.
 
Cuidado, Deus é amor, mas é justiça! Julgará tudo o que está sendo dito e o que está sendo feito. Ele está vendo os que estão usando o Nome Dele para benefício próprio, amando mais as coisas dessa terra, do que a Sua Palavra; Ele está vendo quantos estão fazendo pouco caso da Sua Palavra; Quantos estão mentindo, vivendo vida dupla dentro das igrejas; Quantos estão atrás dos púlpitos enganando, iludindo o povo que está sendo cativo porque não tem o conhecimento da Palavra de Deus; Quantos estão vivendo uma vida de desobediência, de aparência, acham que são abençoados só porque tem os bens dessa terra. Se esquecendo que um dia Jesus lhes dirá:“Louco esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado e para quem será”? Deus te chamará a prestar contas com Ele, então verás claramente que o Deus que é amor também e fogo consumidor.
 
Portanto, antes que Deus apareça e queira matar-te, arrepende-te. Abandona a vida de pecado; abandona também, esse falso evangelho da prosperidade que te apresentaram; essas campanhas e loucas correntes de prosperidades; esses objetos ungidos que estão fazendo com que você não dê a devida glória a Deus, pois está dando o mérito do “milagre” a uma rosa ungida, ao sal ungido, e a outras idolatrias que somente em falar, me enoja. Deus cobrará muito caro! Lembra do que Ele fez com o rei Herodes? Matou-o porque ele não deu a Deus a glória devida. O rei Herodes morreu comido de bichos, porque não deu a Deus a glória que era de Deus.
Se você continuar atribuindo as “bênçãos recebidas” aos objetos ungidos pelos homens mercenários, que estão preocupados somente com o teu dinheiro, pode ter a certeza de que chegará o dia em que morrerás.
 
Não pense que porque você um dia teve experiências com Deus, recebeu um milagre de Deus, que isso te livrará do dia da cobrança. Não pense que porque você obedeceu ontem que isso te livrará no dia de amanhã. Não esqueça Moisés havia tido experiências fantásticas com o Senhor, Deus se revelou a ele. Mas também quando veio à cobrança, foi muito dura, pois Moisés sabia, ele conhecia a ordem sobre a circuncisão.
Você conhece a lei do teu Deus? Você sabe que não se deve roubar, mas roubas? Você sabe que não se deve mentir, adulterar, cobiçar, mas pratica todas essas coisas? Você sabe que não se deve odiar, mas odeias? Desejas mal ao teu próximo, desejas vê-lo caído, desejas até a morte daqueles que te ofenderam e te magoaram? Podes ter certeza de que Deus te chamará a juízo. E se não te arrependeres, o dia mal chegará à tua vida. O dia da vingança do Deus justo chegará a sua vida. Então verás que o mesmo Deus que dá a vida, é o mesmo que a tira; o mesmo Deus que sara é o que fere; o mesmo Deus que perdoa é o que condena, e diz: Apartai-vos de mim malditos, para o fogo eterno preparado para o diabo e os seus anjos”.

Nenhum comentário: