domingo, 21 de setembro de 2014

Ebola é declarado ameaça à paz mundial pela Organização Mundial da Saúde. 4 mortes por hora,

Diz na Sagrada Escritura:
"Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares". (São Mateus 24, 7)
"E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras". (Apocalipse 6, 8)

VEJA A REPORTAGEM:
Reportagem Estadão
n/d
A diretora da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, afirmou nesta quinta-feira (18) que a epidemia do vírus Ebola na África Ocidental não é apenas uma emergência sanitária, mas também uma "crise humanitária, social e econômica e uma ameaça para a paz e a segurança internacional".
A declaração foi dada logo após o Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) aprovar por unanimidade uma resolução que usa exatamente os mesmos termos e pede para os Estados-membros da entidade fornecerem "assistência urgente" aos países afetados, incluindo hospitais e operadores sanitários.

n/d
Além disso, o documento cobra o fim das restrições a viagens às nações que sofrem com a epidemia para não isolá-las e dificultar o combate ao vírus. Pouco antes, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, anunciara a criação de uma missão especial de emergência chamada Unmeer para enfrentar a disseminação do Ebola na África.
As suas prioridades serão a cura de pacientes infectados, a garantia de serviços essenciais e a prevenção da doença nos países onde ela ainda não chegou. Segundo o sul-coreano, a primeira equipe da Unmeer deve desembarcar nas nações afetadas até o final de setembro.
De acordo com o último balanço da OMS, o Ebola já matou 2.461 pessoas no leste africano e contaminou outras 4.985.
Via: http://www.jb.com.br  e   Blog Libertar

Veja também...  www.rainhamaria.com.br



Nenhum comentário: