quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

FIM DO MUNDO? Chuva cria cenários impactantes nas ruas do Rio

De acordo com a SuperVia, esta estação não chegou a ser fechada, nesta quarta-feira, porque conta com outras passagens para entrada e saída de passageiros
11/12/13, 17:28
A água quase cobriu o ônibus
A
chuva que desde a tarde de terça-feira atinge o Rio de Janeiro e deixou diversos pontos da cidade alagados criou cenários chocantes, que impressionam pelo poder de destruição das águas. Em imagens publicadas por internautas em redes sociais e enviadas ao jornal EXTRA por leitores, paisagens da cidade parecem ter se tornado parte de um filme sobre o fim dos tempos.
Em Marechal Hermes, na Zona Norte, uma das passagens subterrânea para os trens da SuperVia foi submersa quase por completo pelas águas. Na foto, o volume de lixo arrastado para o local impressiona. Além de muitas garrafas pet e sacos de lixo, até uma caixa de isopor aparece boiando na saída da estação.
De acordo com a SuperVia, esta estação não chegou a ser fechada, nesta quarta-feira, porque conta com outras passagens para entrada e saída de passageiros.
Já em uma foto enviada pelo leitor Jorge Júnior, um carro parece com toda a sua parte dianteira tragada por um buraco que se formou no meio da rua Alice Tibiriçá, em Vila da Penha, na Zona Norte. Foi necessário um guincho para retirar o veículo da cratera gerada pela erosão das chuvas no asfalto.
Um carro foi tragado por uma cratera na rua Alice Tibiriçá, na Vila da Penha
Na Av. Vicente de Carvalho, na Penha, um ônibus caiu num buraco

No Condomínio da Marinha, em Nova iguaçu, jovens improvisaram um boteO alagamento também tomou conta da Avenida Vicente de Carvalho, na Penha, na Zona Norte. Um ônibus foi parcialmente engolido por um buraco que se formou na vida. Na imagem uma retroescavadeira também pode ser vista, abandonada.
Ainda no mesmo bairro, na Rua Fernandes Pinheiro, uma Pick-up foi inundada. Na foto de Juliana Sales, publicada no Facebook, é possível ver que a via se tornou um rio e muito lixo foi arrastado.

A chuva criou um rio dentro do conjunto habitacional Condomínio da Marinha, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Para se locomover, jovens improvisaram um bote a partir de um colchão inflável. Um cachorro foi ajudado pelo grupo sendo colocado sobre o transporte.
Também em Nova Iguaçu, na Rua Alex Alves, no Morro Agudo, pertences de moradores foram arrastados pela força da água de dentro das casas e ficaram boiando na via, que foi alagada. A força da enxurrada foi tão poderosa que levou móveis e até um sofá.
Copiado de: 

Ainda na Baixada, em São João de Meriti, o Rio Pavuna transbordou e transformou ruas numa grande lagoa. Um ponto de ônibus, um stand de vendas e algumas barraquinhas foram alagados.
http://www.jornaldeluzilandia.com.br/txt.php?id=27951

Nenhum comentário: