terça-feira, 14 de maio de 2013

Para acabar com a fome no mundo a solução é comer insetos?








Trilhas do Sabor - Insetos - Ep. 81 - Parte 1


Publicado em 02/10/2012 01/10/2012 - O Trilhas do Sabor coloca na mesa um hábito comum em mais de 120 países: comer insetos. Grilos, gafanhotos e larvas de diversas espécies são iguarias na Ásia e na África. Em restaurantes de Londres, Paris e Tóquio, eles compõem pratos sofisticados. No semiárido baiano, a farofa de tanajuras fritas é um prato típico. Porém, Rusty Marcellini mostra que nem todos os insetos são comestíveis. Ainda na edição, um passeio pelo Parque ecológico Vale Verde, em Betim, onde a empresa Nutrinsecta tem uma biofábrica de insetos, como baratas, tenébrios, grilos e moscas. Quem sabe esse não é o futuro da nossa alimentação? 




ONU sugere comer insetos para reduzir a fome no mundo

Segundo a FAO, o órgão da ONU para a alimentação, os insetos poderão ser a resposta para o futuro na luta contra a fome, porque representam uma fonte muito importante de comida nutriente.


Nota do blog:
Para alimentar 7 bilhões de pessoas no mundo, não há mais recursos naturais, então os humanos após destruir a vegetação, os animais, agora vão atacar os insetos.

De qualquer maneira veja o que o Criador disse sobre isso:

 É impuro todo inseto que anda e que voa;
mas vocês poderão comer os insetos que têm pernas e que saltam.
Poderão comer toda espécie de gafanhotos e grilos.
 Mas todos os outros insetos que andam e que voam são impuros.

Nenhum comentário: