terça-feira, 21 de agosto de 2012

Nos últimos dias os seres humanos serão assim...??? Filhos desobedientes, pais assassinados?

Filhos desobedientes, pais assassinados?

Enviado por em 26/02/2011

 2 Timóteo 3 2) Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbo, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, 3) Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, 4) Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, 5) Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. 6) Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; 7) Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. 8) E, como Janes e 9) Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles. Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.

Estamos vivendo nos
“ÚLTIMOS DIAS”?


Estamos realmente vivendo nos “últimos dias”?

ACONTECIMENTOS em duas áreas ajudam a identificar o que a Bíblia chama de últimos dias. Ela prediz acontecimentos que ocorreriam durante o período da “terminação do sistema de coisas”. (Mateus 24:3) A Bíblia fala também de mudanças nas atitudes e nas ações das pessoas que viveriam nos “últimos dias”. — 2 Timóteo 3:1.
Os acontecimentos do mundo, junto com o comportamento e as características das pessoas, provam que estamos vivendo nos últimos dias e que o Reino de Deus em breve trará bênçãos eternas para os que amam o Criador. Vamos começar examinando três aspectos que, segundo Jesus, marcariam os últimos dias.

“Um princípio das dores de aflição”

“Nação se levantará contra nação e reino contra reino”, disse Jesus, “e haverá escassez de víveres e terremotos num lugar após outro”. Ele acrescentou: “Todas essas coisas são um princípio das dores de aflição.” (Mateus 24:7, 8) Examinemos “essas coisas” separadamente.
Um número enorme de pessoas foram mortas em guerras e conflitos étnicos nos últimos cem anos. “O número de vítimas fatais das guerras [no século 20] foi três vezes maior do que o de todas as guerras juntas desde o primeiro século AD até 1899”, diz um documento abalizado do Instituto Worldwatch, dos Estados Unidos. Em seu livro Humanity—A Moral History of the Twentieth Century (Humanidade — Uma História Moral do Século 20), Jonathan Glover escreve: “Calcula-se que no período de 1900 a 1989 as guerras mataram 86 milhões de pessoas. . . . A morte nas guerras do século 20 tem sido numa escala difícil de compreender. Qualquer tentativa de calcular uma média do número de mortes não é real, visto que uns dois terços (58 milhões) foram mortos nas duas guerras mundiais. Mas se essas mortes tivessem ocorrido em intervalos regulares durante esse período, cerca de 2.500 pessoas por dia teriam morrido nas guerras, quer dizer, mais de 100 pessoas por hora, o dia inteiro, por noventa anos.” Pode imaginar o pesar e a dor que isso deve ter causado aos milhões de parentes e amigos dos que perderam a vida?
Apesar da grande produção de alimentos no mundo, um dos aspectos que caracterizam os últimos dias é a escassez de alimentos. Segundo os pesquisadores, nos últimos 30 anos, o aumento na produção de alimentos ultrapassou o aumento da população. No entanto, em grandes regiões do mundo faltam alimentos porque muitos não têm terra suficiente para plantar ou dinheiro para comprar comida. Nos países em desenvolvimento, cerca de 1,2 bilhão de pessoas vive com um dólar por dia, ou menos. Dessas, mais ou menos 780 milhões sofrem de fome crônica. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a desnutrição é uma das causas principais da morte de mais de cinco milhões de crianças por ano.
O que se pode dizer a respeito dos preditos terremotos? Segundo o Serviço de Pesquisas Geológicas dos EUA, desde 1990 a média de terremotos suficientemente grandes para destruir prédios tem sido de 17 por ano. E a média de terremotos fortes o bastante para causar a destruição quase total de prédios tem sido de um por ano. “Os terremotos ceifaram centenas de milhares de vidas nos últimos cem anos”, diz outra fonte. Um dos motivos disso é que desde 1914 grandes centros populacionais se desenvolveram em áreas sujeitas a terremotos.

Outros acontecimentos significativos

“Haverá . . . num lugar após outro, pestilências”, disse Jesus. (Lucas 21:11) A medicina nunca esteve tão desenvolvida como hoje em dia. Ainda assim, doenças antigas e novas continuam a assolar a humanidade. Um documento do Conselho Nacional de Inteligência dos EUA diz: “Vinte doenças bem conhecidas — incluindo a tuberculose (TB), a malária e a cólera — ressurgiram ou se disseminaram geograficamente desde 1973, muitas vezes em formas mais virulentas e mais resistentes a medicamentos. Pelo menos 30 agentes de doenças antes desconhecidos foram identificados desde 1973, como o HIV, o Ebola, a hepatite C e o vírus Nipah, para os quais não existe cura.” Segundo um relatório da Cruz Vermelha de 28 de junho de 2000, durante o ano anterior o número de mortes por doenças infecciosas foi cerca de 160 vezes maior do que o de vítimas de desastres naturais.
O “aumento do que é contra a lei” é outro aspecto notável dos últimos dias. (Mateus 24:12) Na maioria dos lugares no mundo as pessoas trancam a casa e não se sentem seguras nas ruas à noite. E que dizer da poluição do ar, da água e do solo, muitas vezes causada por práticas ilegais? Isso também cumpre o que a Bíblia predisse. O livro de Revelação (Apocalipse) fala do dia em que Deus ‘arruinará os que arruínam a Terra’. — Revelação 11:18.

Que tipo de pessoas vive nos últimos dias?

Abra sua Bíblia e leia 2 Timóteo 3:1-5. O apóstolo Paulo escreve: “Nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de manejar.” Daí ele alista 20 traços de personalidade que marcariam as pessoas ímpias. Você tem observado algumas dessas características nos que vivem na sua localidade? Veja alguns comentários recentes sobre as pessoas de hoje.
“Amantes de si mesmos”. (2 Timóteo 3:2) “Como nunca antes [os humanos] insistem em fazer o que bem entendem. Estão se tornando deuses, e esperam ser tratados como tais.” — Financial Times, jornal, Inglaterra.
“Amantes do dinheiro”. (2 Timóteo 3:2) “Em tempos recentes, o espírito egoísta do materialismo tem se tornado mais forte do que o espírito da modéstia. A menos que a sociedade o encare como rico, sua vida não vale a pena.” — Jakarta Post, jornal, Indonésia.
“Desobedientes aos pais”. (2 Timóteo 3:2) “Pais ficam intrigados de ver um filho de 4 anos dando-lhes ordens como se ele fosse [o rei francês] Luís XIV, ou de ver um filho de 8 anos gritando ‘odeio você!’” — American Educator, revista, Estados Unidos.
“Desleais”. (2 Timóteo 3:2) “O enorme aumento no número de homens que decidem largar esposa e filhos talvez seja a maior mudança nos valores morais ocorrida nos [últimos 40 anos].” — Wilson Quarterly, revista, Estados Unidos.
“Sem afeição natural”. (2 Timóteo 3:3) “A violência na família é o fator dominante no cotidiano de comunidades ao redor do mundo.” — Journal of the American Medical Association, revista, Estados Unidos.
“Sem autodomínio”. (2 Timóteo 3:3) “Todas as manhãs, muitas manchetes nos jornais refletem a mente [de pessoas] sem autocontrole, sem fibra moral e sem compaixão para com o próximo e nem mesmo para com si próprios. . . . Se continuar a ser conivente com a agressão, nossa sociedade logo entrará numa fase de aniquilamento moral.” — Bangkok Post, jornal, Tailândia.
“Ferozes”. (2 Timóteo 3:3) “A ira irracional e a fúria descontrolada são observadas no trânsito, nos abusos nas famílias, . . . e na evidentemente injustificável e desnecessária violência que não raro acompanha os crimes. A violência ocorre a esmo e de modo imprevisível, e as pessoas se sentem alienadas e vulneráveis.” — Business Day, jornal, África do Sul.
“Mais amantes de prazeres do que amantes de Deus”. (2 Timóteo 3:4) “A liberação sexual virou uma cruzada moral, escolhendo como inimiga a moralidade cristã.” — Boundless, revista da internet.
“Tendo uma forma de devoção piedosa, mostrando-se, porém, falsos para com o seu poder”. (2 Timóteo 3:5) “[Uma ex-prostituta da Holanda] reconheceu que a oposição à legalização [da prostituição] parte, em geral, de grupos religiosos. Ela pausou, abriu um sorriso e disse que, quando era prostituta, vários ministros [religiosos] eram seus clientes regulares. ‘As prostitutas sempre dizem que os melhores clientes são os do meio religioso’, disse ela rindo.” — National Catholic Reporter, jornal, Estados Unidos.

Como será o futuro?

O mundo hoje está cheio de problemas, exatamente como a Bíblia predisse. No entanto, a profecia a respeito do ‘sinal da presença de Cristo e da terminação do sistema de coisas’ contém um aspecto positivo. “Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações”, disse Jesus. (Mateus 24:3, 14) As boas novas do Reino de Deus estão sendo pregadas em mais de 230 países e territórios. Mais de seis milhões de pessoas ‘de todas as nações, tribos, povos e línguas’ participam ativamente nessa pregação. (Revelação 7:9) O que resultou de sua zelosa atividade? O seguinte: a mensagem sobre o que é o Reino, o que ele fará e como receber as suas bênçãos está ao alcance de praticamente qualquer pessoa na Terra. Na verdade, ‘o conhecimento verdadeiro tornou-se abundante no tempo do fim’. — Daniel 12:4.
Você tem bons motivos para adquirir esse conhecimento. Veja o que acontecerá depois que as boas novas tiverem sido pregadas a contento, segundo o critério de Jeová. Jesus disse: “Então virá o fim.” (Mateus 24:14) Será o tempo para Deus eliminar toda a perversidade na Terra. Provérbios 2:22 diz: “Quanto aos iníquos, serão decepados da própria terra; e quanto aos traiçoeiros, serão arrancados dela.” O que acontecerá com Satanás e seus demônios? Serão lançados num abismo, ficando impedidos de desencaminhar as nações. (Revelação 20:1-3) Daí, ‘os retos e inculpes remanescerão’ na Terra. E o Reino lhes proporcionará bênçãos maravilhosas. — Provérbios 2:21; Revelação 21:3-5.

O que você pode fazer?

Não há dúvida sobre isso. O fim do sistema mundial de Satanás está próximo. Aqueles que desprezam as evidências de que estamos nos últimos dias serão pegos de surpresa quando vier o fim. (Mateus 24:37-39; 1 Tessalonicenses 5:2) Sendo assim, Jesus disse aos seus ouvintes: “Prestai atenção a vós mesmos, para que os vossos corações nunca fiquem sobrecarregados com o excesso no comer, e com a imoderação no beber, e com as ansiedades da vida, e aquele dia venha sobre vós instantaneamente como um laço. Pois virá sobre todos os que moram na face de toda a terra. Portanto, mantende-vos despertos, fazendo todo o tempo súplica para que sejais bem sucedidos em escapar de todas estas coisas que estão destinadas a ocorrer, e em ficar em pé diante do Filho do homem.” — Lucas 21:34-36.
Somente aqueles que tiverem a aprovação do Filho do homem, Jesus, terão a perspectiva de sobreviver ao fim do atual sistema mundial. Como é importante que usemos o tempo que resta para buscar a aprovação de Jeová Deus e de Jesus Cristo! Em oração a Deus, Jesus disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Portanto, é sabedoria de sua parte aprender mais sobre Jeová e seus requisitos.
Extraído de: http://www.watchtower.org/t/20060915/article_02.htm

Nenhum comentário: