quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Com medo do fim do mundo? Mas será que o fim do mundo virá mesmo?

 

Obsessão pelo fim do mundo

VOCÊ fica ansioso ao pensar no futuro? Se fica, não é o único. Não é de hoje que as pessoas especulam sobre coisas que ainda não aconteceram, e muitas concluem que as previsões não são nada boas. A ideia do fim do mundo tem deixado as pessoas intrigadas por milênios.
Pense, por exemplo, na ficção moderna. Revistas em quadrinhos, programas de TV, centenas de filmes e milhares de livros apresentam histórias elaboradas de uma destruição iminente. A lista de forças que estão prontas para atacar e destruir a humanidade parece infindável: robôs assassinos, monstros de todo tipo, alienígenas, zumbis, fantasmas, dragões, macacos, aves, ratos mutantes e vespas gigantes. Mas dificilmente alguém acreditaria em histórias assim.
É claro que existem outras histórias e teorias que deixam algumas pessoas muito mais preocupadas. Algumas dessas histórias alegam ser científicas. Uma delas prediz que a crosta terrestre passará por uma mudança radical, resultando em erupções vulcânicas, tsunamis e terremotos gigantescos. Outra diz que os planetas ficarão alinhados e que isso intensificará os ventos solares, provocando caos na Terra. Ainda outra afirma que os polos magnéticos da Terra se inverterão de repente, fazendo com que a radiação solar mate a todos nós. Mas não se preocupe! Essas coisas não acontecerão. Mesmo assim, elas continuam estimulando a imaginação de muitos.
Que dizer dos incontáveis livros e sites apocalípticos que predizem o  fim do mundo em 21 de dezembro deste ano? Uma das predições alega que um suposto planeta chamado Nibiru (ou Planeta X) está em rota de colisão com a Terra e chegará em dezembro de 2012. Essa e outras teorias sem respaldo científico se baseiam em interpretações de um antigo calendário maia que, segundo alguns, termina em dezembro de 2012.
Influenciados por predições catastróficas similares, alguns construíram abrigos em seus quintais ou reservaram uma vaga em abrigos subterrâneos comunitários. Outros foram para as montanhas e se tornaram autossuficientes, não dependendo de serviços públicos como fornecimento de água e energia elétrica.
É claro que há pessoas que descartam essas teorias e zombam da ideia de um iminente fim do mundo. Cientistas da Nasa, por exemplo, afirmam: “Nada de ruim acontecerá com a Terra em 2012. Nosso planeta tem passado muito bem por mais de 4 bilhões de anos, e cientistas renomados no mundo todo não conhecem nenhuma ameaça relacionada a 2012.”
No entanto, seria um erro achar que a humanidade não corre nenhum perigo ou que apenas os ingênuos acreditam no fim do mundo. Mas será que o fim do mundo virá mesmo? Se vier, como e quando acontecerá?

Nenhum comentário: