segunda-feira, 29 de junho de 2015

"Sinais de que vamos agora' Sinais Zé Ramalho


Fonte: Zé Ramalho
 Sinais de que os tempos passaram Passaram e mudaram demais Sinais de que tudo mudaram Viraram para frente e pra trás Sinais de que não temos culpa De ficarmos assim Como simples mortais Sinais de que não conhecemos O valor dessa vida voraz Sinais no teu rosto cansado Calado, mesmo quando falais Sinais de que vamos agora Na hora desse sonho audaz Sinais de que ainda dá tempo De chamar tua irmã Que perdeu-se no tempo De falar com a outra Com teu homem querido Teu ator preferido Quem mais? Sinais de algum alienígena Que faz sobre os campos, sinais Sinais que parimos um clone Capaz de sermos imortais Sinais que marcaram teu corpo Que tiraram as mãos Do destino que vais Sinais de que ainda nascemos E não temos ao menos A paz! Oh, oh, oh sinais!

Nenhum comentário: