sábado, 16 de novembro de 2013

Desperdiço de alimentos no mundo

ONU: um terço dos alimentos produzidos no mundo são desperdiçados, enquanto 840 milhões passam fome


Mais da metade da população mundial sofre
 problemas graves de nutrição e, segundo 
especialistas quereunidos em Roma (Itália) nesta
 quarta-feira (13), essa questão só poderá ser resolvida 
com uma mudança drástica nos sistemas alimentares 
atuais.
“É claro que o modo pelo qual os alimentos são distribuídos hoje não resulta em melhorias para a nutrição da população”, afirmou o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano da Silva.
“O fato mais chocante é que mais de 840 milhões de pessoas passam fome atualmente, apesar do mundo já produzir alimentos suficientes para todos, e desperdiçar um terço dessa produção”, prosseguiu, acrescentando que a quantidade atual de alimentos desperdiçados é suficiente para alimentar 2 bilhões de pessoas.
Segundo a FAO, enquanto 842 milhões de pessoas sofrem de fome crônica, muitas outras morrem ou sofrem os efeitos nocivos de uma nutrição inadequada. Cerca de 2 bilhões de pessoas são afetadas pela deficiência de micronutrientes, cerca de 7 milhões de crianças morrem antes do seu quinto aniversário todo ano e 162 milhões de crianças menores de cinco anos são raquíticas. Além disso, 500 milhões de pessoas estão obesas.
A reunião é organizada pela FAO e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Nenhum comentário: