terça-feira, 20 de agosto de 2013

Profecia ou “profetadas”? Silas Malafaia ensina a diferenciar.

Silas Malafaia ensina a diferenciar profecia de “profetadas”

Os cristãos precisam ser regidos pela Bíblia e não por palavras de profetas
por Leiliane Roberta Lopes

Silas Malafaia ensina a diferenciar profecia de “profetadas”Silas Malafaia ensina a diferenciar profecia de "profetadas"
A famosa “profetada” já fez com que muitas pessoas caíssem da fé por trazer revelações falsas que trazem confusão e desilusão. Mas como saber se a profecia veio mesmo de Deus ou se o proeta está mentindo? O novo artigo do pastor Silas Malafaia para o site Verdade Gospel fala exatamente sobre isso, tentando ensinar como discernir o que vem ou não de Deus.
Nas lições dadas pelo pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo encontramos o conhecimento das Escrituras, pois quem conhece a Bíblia e tem um relacionamento com Deus dificilmente vai cair no engano. “Se esses irmãos incautos tivessem um conhecimento mais profundo das Escrituras e um relacionamento mais próximo com o Senhor, discerniriam o engodo desses falsos profetas”, escreveu Malafaia.
O artigo mostra dois exemplos clássicos de quem se deixou levar por palavras mentirosas: “O profeta fulano de tal disse que eu deveria abandonar meu emprego, e ir para outro país servir a Deus como missionário. Eu obedeci, e todas as portas se fecharam para mim”; ou “a irmã Doquinha profetizou que eu deveria casar com aquele rapaz. Então, terminei o meu noivado com o homem que eu amava, e agora estou sozinha e amargurada”.
Para o primeiro caso o pastor explica que quando Deus chama uma pessoa para o ministério ele confirma de outras formas, incluindo pela revelação da Palavra, pelo testemunho do Espírito e até mesmo sustentando a pessoas de todas as formas.
No caso das profecias para relacionamentos o conhecimento da Palavra faria com que a pessoa soubesse que Deus nos deu o poder de decidir com quem iremos nos casar, essa decisão não é de Deus.
“Nem os pais, nem psicólogos, médicos, pastor ou ‘profeta’ podem tomar qualquer decisão no lugar do outro. Ninguém, mesmo que tenha o dom de profecia e tenha recebido uma revelação quanto a algum fato da vida de outra, possui autoridade para dizer com quem esta deve casar-se. O máximo que pode fazer é compartilhar a informação, especialmente se tal pessoa corre o risco de unir-se a alguém perigoso.”
É a Bíblia quem deve nortear a vida do cristão e não as palavras de pessoas que se auto intitulam profetas de Deus. “O Senhor nos deu algo precioso: Sua Palavra, a nossa bússola e Carta Magna, para pautar nossas escolhas e decisões. Na Bíblia, Deus revelou os princípios que regem a vida e os relacionamentos”, ensina o apresentador do programa Vitória em Cristo.

extraído de: http://noticias.gospelprime.com.br/silas-malafaia-profecia-profetadas/

Nenhum comentário: