quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Quando Jesus vai voltar?



Evidências bíblicas sobre a época da volta de Jesus… O dia e a hora não sabemos (Mateus 24: 36), mas a época do arrebatamento que dá início à segunda vinda de Jesus não nos surpreenderá (I Tessalonicenses 5: 4). Há uma enorme diferença entre se saber o dia e a hora (dado este que ninguém sabe a não ser Deus) e a época do arrebatamento que o Senhor nos revela através de sua Santa Palavra. Da mesma forma que Deus anunciou, 800 anos antes, a Abraão (Gen. 15:13) que o povo de Israel seria libertado do Egito após 400 anos de aflição. Da mesma forma que Deus anunciou a Jeremias (Jer. 29:10), 100 anos antes, que o povo de Judá e Israel seria libertado da Babilônia após 70 anos de cativeiro. Da mesma forma que Deus anunciou a Daniel (Dan. 9:24-26), 550 anos antes, a época da primeira vinda de Jesus, o Messias e Redentor de Israel. Desta mesma forma, o próprio Jesus e seus profetas nos revelaram sobre a época de sua segunda vinda que, em suma, será o maior acontecimento de toda a história do povo de Deus (Igreja e Israel) e de toda a humanidade, e que será desencadeada pelo arrebatamento da Igreja fiel. Serão estas evidências inquestionáveis que abordaremos nas próximas linhas. Observe que para o Senhor 1000 anos equivale a 1 dia (II Pedro 3:8 e Salmos 90:4) Ao tratar da segunda vinda do Senhor, o apóstolo Pedro em sua segunda carta no capítulo 3, em especial no versículo 8, nos revelou algo que não devemos ignorar quando o assunto é a segunda vinda. 8. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. 9. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. 10. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Primeira Evidência (para Igreja e para Israel) Em diversas bíblias e até em dicionários, verifica-se facilmente que Adão foi criado em torno de 4.000 anos a.C. Logo, de acordo com a equação de II Pedro 3:8: Se 1000 anos é igual a 1 dia, logo 4.000 anos é igual a 4 dias. De Jesus Cristo até os dias atuais se passaram aproximadamente 2000 anos, ou seja, 2 dias. Logo se somarmos 4 (antes de Cristo) mais 2 (depois de Cristo) resultam 6 dias. Interessante que Jesus Cristo nos revela no evangelho de João 5: 17 o seguinte: 17. E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Ora, como é que o Pai trabalha até agora, se no livro do Gênesis 2:3 diz que Deus descansou no sétimo dia? Veja: 3. E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera. Ocorre que o dia de descanso ainda não chegou, mas está na iminência de chegar, uma vez que já são passados cerca de 6000 anos desde Adão, ou seja, 6 dias já são passados, e o sétimo dia, que é o de descanso, que deve corresponder a 1000 anos, é tratado na Bíblia em Apocalipse 20:1-2,6: 1. E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. 2. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. 6. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos. Mil anos sem Satanás, com Jesus Cristo reinando nesta Terra no seu Reino Milenar de Paz. Como 1000 anos é igual a 1 dia, este dia de paz corresponde ao dia de descanso de Gênesis 2:3, e está na iminência de se iniciar. Os seis primeiros dias, ou seja, os cerca de 6000 anos desde Adão até hoje se findarão com a segunda vinda do Senhor, que se inicia com o arrebatamento da Igreja do Senhor. Segunda Evidência (para a Igreja) Na parábola do Bom Samaritano em Lucas 10:35, o samaritano que representa o Senhor Jesus, ao partir para viagem, tira dois dinheiros (dois denários) e os dá ao hospedeiro dizendo, em síntese: Cuida do ferido e quando eu voltar to pagarei o que for devido. 33. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; 34. E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; 35. E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. De acordo com os dicionários bíblicos, 1 denário é igual a 1 dinheiro, moeda romana de prata usada na época de Jesus, que correspondia ao salário que um trabalhador da época recebia por 1 dia de trabalho. Ora, se o samaritano (Jesus) tirou 2 dinheiros para pagar ao hospedeiro seu trabalho até que voltasse, é porque voltaria em 2 dias (já que 1 dinheiro paga 1 dia de trabalho). Repare que, como 1 dia para o Senhor equivale a 1000 anos, ao indicar que voltaria em 2 dias, o Senhor nos aponta que retornaria por volta de 2000 anos. Logo, esta é mais uma evidência de que a vinda do Senhor é para os nossos dias. Observe que para o Senhor, 1000 anos equivale a 1 vigília, de acordo com Salmos 90:4 1. [Oração de Moisés, homem de Deus] SENHOR, tu tens sido o nosso refúgio, de geração em geração. 2. Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus. 3. Tu reduzes o homem à destruição; e dizes: Tornai-vos, filhos dos homens. 4. Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite. De acordo com os dicionários bíblicos, nos tempos bíblicos a noite se dividia em quatro vigílias, sendo a 1ª vigília de 18:00 h às 21:00 h, a 2ª vigília de 21:00 h à meia-noite, a 3ª vigília de meia-noite às 03:00 h e a 4ª vigília de 03:00 h às 06:00 h. Terceira Evidência (para a Igreja) Em Lucas 12: 37-38, o Senhor Jesus, ao tratar de sua segunda vinda, na parábola do Servo Vigilante, revela que poderá vir na 2ª na 3ª vigília. 37. Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá. 38. E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos. Repare que como 1000 anos é igual a 1 vigília, a 2ª vigília corresponde ao 2º milênio e a 3ª vigília ao 3º milênio. Ou seja, quando Ele se refere à possibilidade de voltar na 2ª ou 3ª vigília aponta para a transição do 2º para o 3º milênio, ou seja, para os nossos dias. Quarta Evidência (para a Igreja) Ora, para que não houvesse dúvidas sobre a parábola do servo vigilante acima comentada, em Mateus 25:6, ao tratar também de sua segunda vinda o Senhor nos revela, na parábola das dez virgens, que o esposo retorna à meia-noite, ou seja, exatamente na transição da 2ª para a 3ª vigília. Veja: 5. E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram. 6. Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. Pare para pensar: o Senhor Jesus não se conteve como na parábola do Servo Vigilante, mas deixou bem claro que sua vinda é entre a 2ª vigília e a 3ª vigília, à meia-noite, especificamente na época de transição entre o 2º e o 3º milênios. O que não se sabe é se a contagem é do nascimento ou de outro evento de sua vida como sua ressurreição ou ascensão aos céus, mas que é para os nossos dias não restam dúvidas. Quinta Evidência (para Israel) Em Oséias 6:1-2, a profecia é dirigida para Israel que foi despedaçado e ferido partindo para a Grande Dispersão no ano 70 d.C., com a invasão e destruição de Jerusalém pelo General Romano Tito. 1. Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida. 2. Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele. Repare que a vida é recebida, após cerca de dois dias (2000 anos) tendo sido fundado o Estado de Israel, em 14 de maio de 1948 e que será ressuscitado (voltará para o Senhor) por ocasião de sua segunda vinda, no 3º dia (3º milênio já iniciado). Sexta Evidência (para a Igreja e para Israel) Em Mateus 24:32-36, Jesus nos revela um limite para que todas estas coisas aconteçam (sua segunda vinda) através da parábola da figueira, inclusive garantindo que estas Palavras são mais firmes do que o céu e a terra. 32. Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. 33. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. 34. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam. 35. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. Israel na Bíblia é comparado frequentemente com uma videira e com uma figueira (Joel 1:12). Ora, a figueira passou a brotar folhas e tornar seus ramos tenros a partir de 14 de maio de 1948, quando da fundação do Estado de Israel. Ocorre que o Senhor nos revela que não passará a geração dos ramos e das folhas da figueira sem que todas estas coisas aconteçam. De acordo com a Bíblia uma geração dura cerca de 70 anos. É o que nos revela o Livro dos Salmos 90:10: 10. Os dias da nossa vida chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando. Assim 70 anos depois da figueira (Israel) ter brotado suas folhas e seus ramos, chegamos ao ano de 1948 + 70 = 2018, que seria o limite para o cumprimento de toda a Palavra Profética relativa à segunda vinda do Senhor. Ora, como o arrebatamento ocorre pelo menos 7 anos antes da vinda gloriosa do Senhor Jesus (dois períodos de 3 anos e meio da Grande Tribulação), poderíamos entender que este se daria a partir de 2011, o que exige de nós maior vigilância. Há muitas outras evidências, e TODAS apontam que a segunda vinda do Senhor é para os nossos dias. Alegremo-nos porque a nossa redenção e vitória eterna se aproxima. Prepara-te para que não fiques para trás, e não percas esta oportunidade única que é o arrebatamento da Igreja do Senhor, pois Ele está às portas. Lembra-te que hoje você sabe o que vai acontecer nos próximos dias, só não serás salvo se não quiseres, portanto abandone todo o pecado que te afastas do Senhor: um futuro de glória eterna se anuncia para você. Divulgue estas Escrituras para que outros sejam despertados nestes dias que antecedem o fim do tempo da graça. Que Deus te abençoe. (Autor desconhecido)
Via:http://gospelbrasil.topicboard.net 
http://voltadejesuseofimdomundo.blogspot.com.br/2011/07/evidencias-biblicas-sobre-quando-jesus.html

Nenhum comentário: