quinta-feira, 16 de julho de 2015

Com risco de tornado, Defesa Civil divulga orientações aos catarinenses

Com alerta para o risco de tornados, principalmente nas regiões Oeste, Meio Oeste e Planalto Sul,
 a Defesa Civil estadual divulgou nesta terça-feira orientações de prevenção e proteção aos catarinenses
 caso o fenômeno se confirme. Confira:

Como identificar um tornado?

Sinais que podem indicar a possível aproximação de um tornado:

— Céu escuro ou de cor esverdeada

— Nuvem com base muito baixa

— Queda de granizo grande

— Um som alto que soa como um trem de carga

O que fazer?

Se estiver dentro de casa, evitar ficar perto de janelas ou portas de vidro (podem explodir devido a pressão).
 Locais mais seguros são o banheiro, porão ou corredor. Se morar em prédio, procure o andar mais baixo. 
Importante também ficar debaixo de mesas ou objetos robustos.

Se estiver fora de casa: Evitar ficar perto de árvores ou fiações elétricas. Proteger a cabeça.

Orientação

O que eu devo fazer para melhor me proteger de um tornado?

— Revisar a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado;

— Desligar os aparelhos elétricos e o gás;

— Baixar para o piso todos os objetos que possam cair;

— Não se abrigar debaixo de árvores, pois há riscos de quedas;

— Não se abrigar em frágeis coberturas metálicas;

— Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estas estarão 
sob influência de ventos fortes;

— A melhor proteção individual é constituída por abrigos subterrâneos, como um porão, já que o efeito 
de sucção dos tornados só ocorre a partir da superfície do solo. Se a sua residência não tem porão, fique
 em corredor interno e deitado próximo ao chão;

— Se você for surpreendido por um tornado, fora de casa, deve deitar-se, em uma vala ou depressão do terreno;

— Procure lugares seguros em sua residência ou sala de aula. Tenha certeza que estes lugares estão longe 
de janelas e objetos móveis. Proteja sua cabeça de objetos que podem cair ou se deslocar em função da
 ação dos ventos;

— Evite a curiosidade e afaste-se do fenômeno altamente destruidor.

E depois da ocorrência do tornado o que posso fazer?

— Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou bombeiros sobre estes perigos;

— Fique longe de edificações danificadas. Só volte para casa quando as autoridades informarem que é seguro.
 Use lanterna para verificar os danos causados a sua casa;

— Deixe a residência ou edifício se sentir cheiro de gás de cozinha;

— Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente. Deixe
 estes serviços para os casos de emergência;

— Ajude as pessoas que requerem ajuda especial como criança, idosos e outras com dificuldade de locomoção.

Proteção

O que eu devo fazer para melhor me proteger de um tornado?

— Revisar a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado;

— Desligar os aparelhos elétricos e o gás;

— Baixar para o piso todos os objetos que possam cair;

— Não se abrigar debaixo de árvores, pois há riscos de quedas;

— Não se abrigar em frágeis coberturas metálicas;

— Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estas estarão sob 
influência de ventos fortes;

— A melhor proteção individual é constituída por abrigos subterrâneos, como um porão, já que o efeito 
de sucção dos tornados só ocorre a partir da superfície do solo. Se a sua residência não tem porão, fique
 em corredor interno e deitado próximo ao chão;

— Se você for surpreendido por um tornado, fora de casa, deve deitar-se, em uma vala ou depressão do terreno;

— Procure lugares seguros em sua residência ou sala de aula. Tenha certeza que estes lugares estão longe de janelas
 e objetos móveis. Proteja sua cabeça de objetos que podem cair ou se deslocar em função da ação dos ventos;

— Evite a curiosidade e afaste-se do fenômeno altamente destruidor.

E depois da ocorrência do tornado o que posso fazer?

— Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou bombeiros sobre estes perigos;

— Fique longe de edificações danificadas. Só volte para casa quando as autoridades informarem que é seguro.
 Use lanterna para verificar os danos causados a sua casa;

— Deixe a residência ou edifício se sentir cheiro de gás de cozinha;

— Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente. Deixe estes
 serviços para os casos de emergência;

— Ajude as pessoas que requerem ajuda especial como criança, idosos e outras com dificuldade de locomoção.


Diário Catarinense

Nenhum comentário: