sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Nasceu, "O Menino Deus". E O Hinduismo prevê fim do mundo.Pânico...


"A cena era de desolação, desesperança, pânico até. Centenas de pessoas nas ruas já normalmente apinhadas: chorando, gritando, rasgando as próprias roupas, arranhando o próprio rosto até verter sangue. Uma senhora estava caída em um canto, prostrada inerte, talvez morta. Um homem gritava sem parar, sua voz já falseava, mas mesmo assim ele continuava gritando. Uma senhora, acompanhada de três crianças deitou no meio da rua, os carros contornavam pelos lados, as crianças choravam sem parar, ela nem tentava consolá-las. Havia gente rezando de maneira fervorosa, pedindo proteção no momento de maior desespero. Lojas foram saqueadas, carros incendiados e prédios apedrejados. Uma equipe de jornalistas foi hostilizada por uma multidão e a situação por pouco não descambou para a violência. Eu jamais vi algo assim na minha carreira", disse Kim Matthews, repórter da BBC.

Para aquelas pessoas o sinal mais claro do fim do mundo havia chegado. E elas reagiram à altura. 

Essa foi a cena descrita em Baruipur, uma cidade a oeste do Estado de Bengala, na Índia. Tudo porque uma profecia que aponta para o iminente fim do mundo parece ter se concretizado - ao menos, aos olhos da maioria da população.  Um bebê do sexo masculino nasceu com multiplicidade de membros; quatro braços e quatro pernas. Esses braços e pernas extras fazem com que a criança pareça uma das entidades do Panteão Hindu. Alguns já se referem ao bebê como "O Menino Deus".

Os médicos do Centro Hospitalar de Baruipur se apressaram em tentar explicar que se trata de uma condição conhecida, ainda que incomum, chamada "gêmeo parasita". Não é a mesma coisa que gêmeo siamês, onde dois fetos se desenvolvem por completo, permanecendo ligados pela cabeça, ventre ou pernas, normalmente compartilhando órgãos internos. O "gêmeo parasita" ocorre quando um dos fetos apresenta má formação, fazendo com que ele não se desenvolva inteiramente, sendo parcialmente absorvido pelo outro. Os membros do feto que não se formou, geralmente são removidos através de cirurgia dias depois do nascimento. Nenhuma informação a respeito das condições do recém-nascido foram divulgadas, mas presume-se que a cirurgia para remover os membros adicionais não foi realizada por conta do clamor popular.  

A explicação científica não foi suficiente para conter a onda pânico que se espalhou entre a população assim que a notícia veio à público. Uma fotografia da criança, ainda na UTI, foi divulgada pelos meios de comunicação, aumentando a comoção popular. Baruipur é uma cidade de 50 mil habitantes, segundo o senso mais recente, com 84% de analfabetos, um número muito maior do que a média nacional, em torno de 59,5%. Entretanto, a fé hindu é muito forte no oeste de Bengala, que hospeda um dos maiores festivais religiosos do país, em honra da deusa Shiva.

Segundo muitos crentes, o "Menino Deus" seria a encarnação de Brahma que é retratado em imagens com quatro cabeças, quatro faces e quatro braços. Brahma é um dos poucos deuses hindus que não porta armas, ao invés disso, carrega um livro e contas para rezar, enquanto cada uma de suas faces recita um trecho das sagradas Vedas.

Segundo a crença difundida entre a população, quando Brahma nascer entre os homens, filho de um homem e de uma mulher, o fim do mundo estará próximo e nada poderá evitar a destruição de tudo o que existe.

Uma multidão cercou o hospital exigindo informações adicionais sobre o Menino Deus. Líderes religiosos locais afirmaram que a criança deve permanecer como nasceu e que a remoção dos braços e pernas extras desagradaria os deuses e apenas anteciparia o fim do mundo. A casa dos pais da criança foi destruída e incendiada por populares, parentes próximos felizmente foram removidos e protegidos em outra cidade. A polícia e autoridades enviadas pelo governo estão cuidando da proteção, e formaram uma linha ao redor do hospital.

O toque de recolher foi imposto em Baruipur, mas os distúrbios continuaram ocorrendo em algumas partes da cidade. Espera-se que nos próximos dias as coisas voltem ao normal.

Fonte BBC.
Via: Ordem Patronos da Justiça

Um comentário:

jEFERSON MENDES disse...

A foto é terrivel, mas isso é só um problema genetico! A realidade do apocalipse é sobre a volta de JESUS!