quarta-feira, 29 de março de 2017

Brasil! Diga NÃO ao aborto!

Gianna Jessen sobreviveu a um aborto por envenenamento salino. Deveria estar morta, mas milagrosamente sobreviveu. Nesse discurso na Austrália, Gianna nos comove com o exemplo de sua vida. Diga NÃO ao aborto! www.giannajessen.com  - Veja vídeo!

Gianna Jessen - Sobrevivente de um aborto
Fonte
 Life is a gift


Mais de 50 milhões de abortos são feitos todos os anos. Esse número é maior que a população de vários países.

Quem tem o direito de decidir?

O QUE AS PESSOAS DIZEM

As mulheres fazem abortos por vários motivos. Entre eles estão dificuldades financeiras e problemas de relacionamento com o pai da criança. Algumas mulheres também não querem ser mães solteiras ou acham que ter um filho as impediria de ter uma carreira profissional ou de estudar mais. Já outras pessoas acham que o aborto é errado e que uma mulher grávida tem a responsabilidade de cuidar da vida que ela carrega.

O QUE A BÍBLIA DIZ

Para Deus, a vida — principalmente a vida humana — é sagrada. (Gênesis 9:6; Salmo 36:9) Isso vale para um bebê que ainda está no útero, o lugar que Deus projetou como abrigo seguro para a criança que ainda não nasceu. Veja o que um escritor da Bíblia disse: “Mantiveste-me abrigado no ventre da minha mãe. . . . Teus olhos até mesmo me viram quando eu era um embrião; todas as partes dele estavam escritas no teu livro com respeito aos dias em que foram formadas, antes de existir qualquer uma delas.” — Salmo 139:13, 16.
Existem outras maneiras de saber o que Deus pensa sobre a vida de uma criança que ainda não nasceu. Por exemplo, a Lei que ele deu à nação de Israel no passado e a consciência que ele nos deu. A Lei dizia que, se uma pessoa ferisse uma mulher grávida e o bebê morresse, essa pessoa seria julgada e talvez tivesse que pagar com a própria vida. (Êxodo 21:22, 23) Mas, antes de tomar uma decisão, os juízes analisavam as intenções do assassino e as circunstâncias envolvidas. — Números 35:22-24, 31.
Deus deu aos humanos a consciência. Quando uma mulher ouve o que a sua consciência diz e respeita a vida do bebê na sua barriga, sua consciência fica tranquila. * Mas, se ela desrespeita essa voz interior, é provável que se sinta culpada. (Romanos 2:14, 15) Algumas pesquisas até mostram que mulheres que fizeram um aborto têm mais chances de sofrer com ansiedade e depressão.
E se a pessoa tem medo de não conseguir criar um filho, principalmente se a gravidez não foi planejada? Veja o que Deus promete a quem faz o que ele diz que é certo: “Com alguém leal, ages com lealdade; com o homem [ou a mulher] irrepreensível, ages de modo irrepreensível.” (Salmo 18:25) A Bíblia diz também: “Jeová ama a justiça e não abandonará aqueles que lhe são leais.” — Salmo 37:28.
“A consciência delas também dá testemunho, e, pelos seus pensamentos, elas são acusadas ou até mesmo desculpadas.” — Romanos 2:15.

 E se você já fez um aborto?

O QUE AS PESSOAS DIZEM

Uma mãe solteira chamada Rute * disse: “Eu já tinha três filhos pequenos e achava que não tinha condições de criar mais um. Então, decidi fazer o aborto. Só que depois fiquei com a sensação de que tinha feito uma coisa horrível.” Será que o que Rute fez tem perdão?

O QUE A BÍBLIA DIZ

Jesus mostrou o ponto de vista de Deus sobre o assunto quando disse: “Eu não vim chamar os justos ao arrependimento, mas os pecadores.” (Lucas 5:32) Então, quando nos arrependemos de verdade e pedimos perdão a Deus, ele nos perdoa. Deus perdoa até erros graves. (Isaías 1:18) O Salmo 51:17 diz: “Um coração quebrantado e esmagado, ó Deus, não rejeitarás.”
Quando uma pessoa se arrepende e busca a Deus em oração, Deus dá a ela uma consciência limpa e paz interior. Filipenses 4:6, 7 diz: “Por orações e súplicas, junto com agradecimentos, tornem os seus pedidos conhecidos a Deus; e a paz de Deus, que está além de toda compreensão, guardará o seu coração e a sua mente.” * Rute estudou a Bíblia e abriu seu coração a Deus. Ela viu que com Deus “está o verdadeiro perdão”, e isso a ajudou a sentir paz interior. — Salmo 130:4.
[Deusnão nos trata conforme os nossos pecados, nem nos retribui o que merecemos pelos nossos erros.” — Salmo 103:10.
Fonte:  Testemunhas de Jeová


Nenhum comentário: