quarta-feira, 9 de abril de 2014

Luzes estranhas que antecedem terremotos?

Ciência investiga luzes que antecedem os terremotos - 

Há muitos anos, pessoas afirmam que veem luzes saindo da terra ou no alto de montanhas, momentos antes de um terremoto. A ciência ignorou os testemunhos durante muito tempo, mas agora resolveu estudá-los. Segundo Robert Thériault, geólogo da Secretaria de Recursos Naturais de Quebec, as luzes dos terremotos são fenômenos reais, que possuem uma explicação científica. Durante um estudo recente, um grupo de cientistas canadenses estudou testemunhos desse tipo, registrados desde o ano 1600.
Muitos fatores em comum foram encontrados entre eles. Dos 65 registros, 63 aconteceram em regiões de falhas verticais. Especialistas afirmam que existe uma tensão bastante abrasiva entre rochas que, quando sacudidas por um tremor geram cargas elétricas. A carga, por sua vez, produziria luz ao encontrar o ar atmosférico.  Segundo Friedemann Freund, em um estudo publicado em 2003, as rochas estão em estado latente em condições normais, mas são “despertadas” durante os terremotos. Então, começam a produzir faíscas.
Em agosto de 2007, um pescador residente no litoral peruano afirmou que o céu havia ficado totalmente roxo, minutos antes de um violento maremoto. Em outro registro, na Alemanha, uma mulher alegou ter visto luzes no solo que se moviam como serpentes, mais uma vez, momentos antes de um terremoto. Durante o forte terremoto ocorrido na Itália, em 2009, um homem conseguiu se salvar alertado pelas luzes que viu. Tudo leva a crer que os estudos que traçam a relação entre luzes e terremotos ganharão mais adeptos a partir de agora. 

 
 

Fonte: Popular Science
 
- See more at: http://noticias.seuhistory.com/ciencia-investiga-luzes-que-antecedem-os-terremotos#sthash.w56Dj1c5.dpuf

Um comentário:

Leonor disse...

Gosto de "Fim do Mundo 2012", ainda que o mundo não tenha acabado nesse ano apocalíptico, graças a Deus. Luzes de terramoto, e outros sinais que a Natureza nos envia, são respostas da própria Natureza, tanto ao que se passa nela, como à nossa inquietação. Somos "bichos do mato", ainda que gradualmente nos afastemos da nossa condição. À semelhança do cão, do gato e de outros bichos, temos faro, parece é que andamos "constipados", e quando alguém tem o faro apurado chamam-lhe louco.

Quanto às grandes profecias bíblicas dos "últimos dias", elas não devem ser interpretadas literalmente, mais não seja porque Deus fez uma obra maravilhosa ao criar o mundo e os seres que o habitam, obra que não é para ser destruída, mas para evoluir, até ser "orgulho de Deus". O livro mais profético da Bíblia é "Livro de Ezequiel", que inclui a codificação dos anos vividos e dos anos por viver.