quinta-feira, 17 de abril de 2014

O Fim do Mundo 2019?



☢ Apocalipse ☣ Meteoro ☤ O Fim do Mundo 2019 ☠ VIDEO Demonstração Impacto ☡ Chuva de meteoros 

Chuva de meteoros é um evento causado pela entrada na atmosfera de detritos a velocidades muito altas. A maior parte dos meteoros são pequenos e por isso quase sempre se desintegram e não atingem a superfície do planeta MAS FOI ESCRITO BÍBLIA....
Apocalipse 8:7 O primeiro anjo tocou a trombeta, e houve saraiva e fogo de mistura com sangue, e foram atirados à terra. Foi, então, queimada a terça parte da terra, e das árvores, e também toda erva verde.
Apocalipse 8:8 O segundo anjo tocou a trombeta, e uma como que grande montanha ardendo em chamas foi atirada ao mar, cuja terça parte se tornou em sangue,
Apocalipse 8:9 e morreu a terça parte da criação que tinha vida, existente no mar, e foi destruída a terça parte das embarcações.
Apocalipse 8:10 O terceiro anjo tocou a trombeta, e caiu do céu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas uma grande estrela, ardendo como tocha.
Apocalipse 16:18 E sobrevieram relâmpagos, vozes e trovões, e ocorreu grande terremoto, como nunca houve igual desde que há gente sobre a terra; tal foi o terremoto, forte e grande.
Apocalipse 16:21 também desabou do céu sobre os homens grande saraivada, com pedras que pesavam cerca de um talento; e, por causa do flagelo da chuva de pedras, os homens blasfemaram de Deus, porquanto o seu flagelo era sobremodo grande.
******

Chuvas intensas e incomuns de meteoros são também chamadas de surtos ou tempestades de meteoros, nas quais são vistos mais de mil meteoros por hora.

Chuva de meteoros são eventos que despertam a curiosidade humana desde o início da humanidade e isso é evidenciado por muitos registros e histórias que fazem referência à chuva de meteoros. O registro mais antigo da chuva de Perseidas, por exemplo, data do ano de 36 D.C., feito por astrônomos chineses. Leônidas foi a chuva de meteoros mais intensa nos últimos séculos, responsável por grandes eventos que surpreenderam pela quantidade de meteoros observada.

Aliás, em relação à Perseidas foram feitos vários relatos por astrônomos chineses de coreanos do século oitavo ao século onze, e depois disso foram feitas somente referências esporádicas citando a atividade de meteoros no mês de agosto. Essa chuva de meteoros foi chamada também de "lágrimas de São Lourenço" porque o pico coincidia com a festa desse santo na Itália.

No ano de 868 D.C a órbita de um cometa até então desconhecido cruza pela primeira vez a órbita da Terra depois de mudanças graduais nos séculos anteriores. O rastro deixado por esse cometa causam, no ano de 902 D.C., a primeira chuva de meteoros Leônidas, que foi relatada por astrônomos chineses e observadores no Egito e na Itália. Em 15 de novembro de 1630 morre o cientista Johannes Kepler e dois dias depois, no seu funeral, a chuva de meteoros Leônidas encheu o céu, o que foi considerado uma "saudação de Deus".


"Cerca de duas da madrugada fomos chamados pelo choro dos sinais nos céus. Despertamos, e para nosso espanto todo firmamento parecia envolvido em explêndidos fogos Milhares de meteoros brilhantes caíam no espaço em todas as direções, com longos rastros de luz seguindo seus cursos. Isto durou várias horas, e só acabou quando os raios de sol iluminaram o céu,

— Relato de Elder Parley P. Pratt, nos Estados Unidos em 1833. 

Nas noites de 10 a 13 de 1833, milhares de meteoros de Leônidas foram vistos cortando o céu. Eram tantos que esse dia ficou conhecido como "o dia em que as estrelas caíram". As reações das pessoas foram variaram desde a histeria clamamdo o Dia do Julgamento até a alegria dos cientistas e astrônomos, que estimaram que cerca de mil meteoros por minuto emanavam da constelação de Leão. Jornais da época mostram que praticamente todos acordaram para ver o evento, seja por causa dos gritos de vizinhos espantados, seja por causa dos flashes de luz produzidos por bolas de fogo que iluminavam todo o céu. Essa noite marca o nascimento da astronomia de meteoros.

Naquela época a natureza dos meteoros não eram conhecidas com certeza, e várias teorias foram propostas para explicar o fato. 
O interesse dos astrônomos nessa chuva de meteoros começõu quando se previu que o retorno da chuva aconteceria em 1866, analisando-se os registros antigos das chuvas de meteoros. Realmente a chuva aconteceu naquele ano, e ficou constatado que uma grande atividade dessa chuva de meteoros acontece a cada 33 anos, embora a intensidade não tenha sido tão grande quanto aquela ocorrida em 1833, maa ainda assim foi bastante marcante. Em 1899 foi prevista outra chuva de meteoros extraordinária. A chuva aconteceu, mas não com a intensidade esperada, caracterizando o que C. P. Olivier chamou de "o pior golpe já sofrido pela astronomia nos olhos do público", pois era grande a expectativa naquele ano. 


Sinais da Volta de Jesus (Lucas 21)








JESUS ESTA VOLTANDO!!!

Nenhum comentário: