domingo, 22 de abril de 2012

"Ó pai senhor olhai o meu povo sofrido da Periferia"!

Enviado por Jhors007 em 24/07/2007 Essa música é para aquelas pessoas que reclamam de barriga cheia !!! "show esse rap faz parte de nossas vidas!"lucasize89

 Ndee Naldinho - Povo da Periferia



"BRASIL PAÍS DE TANTOS E DE POUCOS! TANTOS QUE PODEM MUDAR MAIS MESMO ASSIM CONTINUAM A GANHAR MAIS E MAIS PRA SI MESMOS ENQUANTO OS 'POUCOS' HULMILDES BATALHAM APENAS PRA PODER TER O QUE TER COMER NO DIA A DIA ESSA MUSICA RETRATA MUITO BEM A REALIDADE DESSE NOSSO PAÍS SO QUEM VEM DA PERIFERIA(EU VIM) PODE ENTENDER A MENSAGEM QUE ESSA MUSICA PASSA! MUITOOO FODA A NOSSA REALIDADE E ESSE ANO E ANO DE ELEIÇAO POOVO' VAMOS VOTAR CONCIENTE OK!"
nandotdr

 Povo da periferia há muito tempo ta abandonado né irmão, enquanto o povo da classe alta ta enchendo o rabo de dinheiro o povo aqui tá no veneno, sem emprego, na fome a única saida que os irmao encontra, aqui na periferia é o mundo do crime os irmao sabe que o crime não compensa, mas é obrigado a viver no crime porque não tem outra saída né mano, então que Deus proteja os irmao que agora tão na correria que Deus proteja o povo da periferia Deus olhai o meu povo da periferia É tanta gente triste nessa cidade É tanta desigualdade desse outro lado da cidade Mas eu tenho fé, eu tenho fé eu acredito em Deus Olhai por esses filhos teus Senhor, Ó pai senhor olhai o meu povo sofrido daPeriferia Ah!
 Olhando pro meu povo vejo a tristeza Estampada em cada rosto que perdeu a beleza A vida é embaçada pra quem ta no veneno Uma mãe vendo os seus filhos com fome sofrendo Os mais ricos do mundo só fazem investimentos Diversão pra boyzinho, pra coisa ruim e armamento Quanto ao meu povo investimento é zero Dia a dia não é facil dia a dia não é beloVarios moleque na rua sem endereço drogado Mendigo gente sofredora tambem largado Se arrastando e com vontade de viver Muita gente dá de frente, finge que não vê De que adianta vida boa e ter tudo da hora Se o meu povo tá no veneno, ah meu deus e agora Eu peço ao senhor que de paz e alegria Cuida de noiz O povo da periferia Ah! O povo é mal cuidado ignorado esquecido Os ricos querem mais é ver meu povo fudido Exploram nossa vida roubam nosso dinheiro Eu vejo o povo no veneno entrando em desespero Irmão na ira, sem paz espiritual se armando Roubando se arriscando porque ta precisando Apanhando na vida passando fome que injustiça E quando roda toma coro todo dia da policia Que a cada dia o crime vai crescendo essa vida deixa o povo Revoltado e violentoA pobreza a miséria todo dia cresce Que porra é essa meu povo não merece Um dia quem só fode a gente vai se fuder Eles obrigam o meu povo a não ter paz para viver Que Deus proteja os irmao que agora tão na correria Que Deus proteja o povo da periferia Ó pai senhor olhai o meu povo sofrido da Periferia 
http://amoresnavida.blogspot.com.br/2008/11/povo-da-periferia-ndee-naldinho.html

Nenhum comentário: